Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 19 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

O que responder quando um evangélico pergunta: “Você quer aceitar Jesus?”

Católicos que trocam a Igreja por outras denominações

Shutterstock

Arquidiocese de São Paulo - Aleteia Brasil - publicado em 15/10/19

O pe. Cido Pereira explica o sentido dessa pergunta e dá uma resposta inspirada!

Em sua coluna no jornal O São Paulo, da arquidiocese paulistana, o pe. Cido Pereira respondeu à seguinte pergunta de uma leitora:

“Padre, gostaria de saber o que responder aos evangélicos, quando eles perguntam: ‘Você quer aceitar Jesus?’”

Eis a resposta do sacerdote:

Quem me pergunta é a Maria das Graças Ribeiro, do bairro da Lapa. Maria das Graças, quem pergunta a um católico se ele quer aceitar Jesus, na verdade, não quer perguntar isso. Ele quer, no fundo, fazer duas coisas: Primeiro: justificar a sua fuga da Igreja onde ele nasceu e foi batizado. Ele quer arranjar uma desculpa para justificar o fato de ter abandonado a fé que recebeu no colo de sua mãe. Segundo: quem pergunta a um católico se ele quer aceitar Jesus, no fundo está dizendo: “Você não quer fazer o mesmo que eu fiz? Você não quer deixar a sua Igreja para vir para a igreja que eu encontrei agora por não ter vivido minha fé católica?” O que responder? Muito simples: diga ao evangélico que você já aceitou e aceita Jesus há muito tempo. Aceitou Jesus no colo de sua mãe e continua aceitando agora que cresceu. Aceitou e continua aceitando Jesus nas preces que aprendeu em casa e nos encontros de oração de sua comunidade. Aceitou e aceita Jesus no Evangelho que você lê e ouve em todas as missas que vai. Aceitou e aceita Jesus nos pequenos e pobres que você acolhe. Aceitou Jesus no Batismo que fez de você filha de Deus; na Crisma, que a consagrou para a missão; na Eucaristia, em que Jesus se dá a você em comunhão; na Penitência, em que Jesus lhe devolve a dignidade de filha de Deus; no Matrimônio, em que Jesus abençoou o seu amor; na Unção dos Enfermos, em que Jesus a curou. Conclua a conversa devolvendo o convite: “Volte para casa, meu irmão! O seu lugar na família católica está vazio. Aceite Jesus comigo, na Igreja Católica Apostólica Romana”. Fique com Deus, minha irmã. Que Ele abençoe você e sua família.

ASSUMPTION OF MARY

Leia também:
A Ave-Maria de um protestante e o encontro com a verdade

Tags:
EcumenismoevangelicosIgrejaJesus
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia