Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Aleteia logo
home iconAtualidade
line break icon

A “saidinha” de Richthofen, Jatobá e Matsunaga no dia de N. Senhora e das crianças

STF, justiça

CC

Aleteia Brasil - publicado em 16/10/19

Elas foram condenadas por crimes cuja frieza chocou profundamente o país

Em agosto deste ano, o pe. Fábio de Melo foi alvo da ira de “justiceiros virtuais” ao declarar que “a saidinha [da cadeia] deveria ser permitida só no dia de finados, para que [os presos condenados por assassinato] visitassem os túmulos dos que eles mataram”.


Padre Fabio de Melo

Leia também:
Pe. Fábio de Melo é execrado por questionar “saidinha” de Nardoni no dia dos pais

O contexto era o do dia dos pais e, na ocasião, um dos beneficiados pela “saidinha” da prisão, permitida pela legislação brasileira em datas especiais, foi Alexandre Nardoni, condenado pelo assassinato da própria filha, Isabella, de 5 anos de idade. Nardoni jogou a menina pela janela de seu apartamento no sexto andar de um edifício em São Paulo, num caso que estarreceu e comoveu profundamente o Brasil em 2008. A “saidinha”, que por si só levanta controvérsias entre a população, se torna particularmente polêmica nos dias das mães, dos pais e das crianças quando os beneficiados são pessoas condenadas por terem matado precisamente os próprios genitores ou filhos.

“Saidinhas” no dia de Nossa Senhora Aparecida e das crianças

Na última quinta-feira, 10 de outubro, quem deixou temporariamente o presídio de Tremembé, SP, para passar o dia das crianças e da Padroeira do Brasil com suas famílias foram Suzane Von Richthofen, Anna Jatobá e Elize Matsunaga, condenadas por crimes cuja frieza chocou profundamente o país.

Elize Matsunaga

Foi condenada a 19 anos, 11 meses e um dia de prisão por matar e esquartejar o marido, Marcos Kitano Matsunaga, presidente da empresa fabricante de alimentos Yoki. A pena, porém, foi reduzida pelo Superior Tribunal de Justiça a 16 anos e 3 meses. O crime foi cometido em 2012 em pleno apartamento do casal. A “saidinha” da semana passada foi a primeira de Elize, que, no entanto, está proibida de ver a filha de 8 anos, cuja guarda ficou com os pais de Marcos.

Suzane Von Ritchtofen

Foi condenada a 30 anos de prisão por planejar e coordenar o assassinato dos pais, Manfred e Marísia Von Richthofen, em 2002, com a ajuda do namorado Daniel Cravinhos e do irmão dele, Cristian. Os assassinos deram marretadas na cabeça das vítimas dentro de sua residência em São Paulo.

Ana Carolina Jatobá

Foi condenada a 26 anos e 8 meses de prisão por matar a enteada, Isabella Nardoni, com a ajuda do marido Alexandre Nardoni – o mesmo cuja saidinha foi questionada em agosto pelo pe. Fábio de Melo.

A polêmica de agosto

No contexto das controvérsias que explodiram em torno ao comentário do pe. Fábio, outro sacerdote muito querido e respeitado pelos católicos brasileiros saiu em sua defesa: o pe. Gabriel Vila Verde, que assim se pronunciou via Facebook:

Ainda sobre o ocorrido com o Twitter do Padre Fábio, percebam como os católicos ficaram felizes, e como os mundanos afrontaram o sacerdote. Isso deixa claro que a pregação de um Padre deve ser direcionada primeiramente aos fiéis. Nada de usar uma linguagem inclusiva, adocicada, politicamente correta para agradar o mundo, pois o mundo odeia Cristo e sua Igreja. Deus abençoe o Padre Fábio e a todos nós, sacerdotes, para que possamos nos preocupar em dar água pura aos que estão com sede de Deus. Aos que não estão, nossas orações. Apenas.

O pe. Fábio recebeu amplo apoio nas redes sociais, mas também fortes ataques pessoais por causa da sua opinião.

Tags:
FamíliaJustiçaPolítica
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
4
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
5
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
6
AVENIDO BROTHERS
Agnès Pinard Legry
Três irmãos são ordenados padres no mesmo dia
7
morning
Philip Kosloski
Uma oração da manhã fácil de memorizar
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia