Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 15 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Restauração da Notre Dame: uma disputa entre o estilo tradicional e o contemporâneo

NOTRE DAME

Bertrand GUAY | AFP

J-P Mauro - publicado em 19/11/19

O oficial encarregado pela reconstrução quer dar um ar contemporâneo ao telhado da catedral, enquanto o arquiteto deseja que a torre permaneça idêntica ao seu formato de antes do incêndio

Faz sete meses que o fogo destruiu o telhado da Catedral de Notre Dame, em Paris. Mas as temperaturas estão subindo nas disputas sobre como reconstruir a lendária igreja.

Uma disputa pública, e alguns diriam feia, eclodiu quando o general do exército Jean-Louis Georgelin, nomeado pelo presidente francês Emmanuel Macron para supervisionar a reconstrução, sugeriu que o arquiteto-chefe de Notre Dame “calasse a boca” em relação aos planos de restauração do pináculo icônico da catedral.

Macron disse que é a favor de adicionar um toque “contemporâneo” à torre, que caiu durante o incêndio. Já o arquiteto-chefe, Philippe Villeneuve, insiste que a torre deve ser refeita exatamente como antes. A Radio France International informou:

A tensão se transformou em uma disputa aberta em uma reunião do comitê de assuntos culturais da Assembleia Nacional – a câmara baixa do parlamento – na quarta-feira.“Quanto ao arquiteto-chefe, eu já expliquei que ele deveria calar a boca”, irrompeu Georgelin, para espanto dos presentes na reunião.

Georgelin sugeriu “seguir adiante com sabedoria, para serenamente fazer a melhor escolha para Notre Dame, Paris e o mundo”, informou a RFI. Ele disse que a decisão final seria tomada em 2021 e também confirmou o prazo de cinco anos estabelecido por Macron para a reconstrução da igreja, a tempo dos Jogos Olímpicos de 2024 em Paris.

Por sua parte, Villeneuve disse que o objetivo só poderia ser atingido se a torre gótica fosse reconstruída para se parecer com a forma como era antes.

“Ou eu restauro de forma idêntica e sou eu [o arquiteto] ou eles fazem um pináculo contemporâneo e será outra pessoa”.

No mês passado, o Ministério da Cultura da França disse que quase um bilhão de euros ( cerca de R$ 4,6 bilhões) foram prometidos para a reconstrução da igreja de 850 anos de idade.

Mas Notre Dame “continua em perigo”, disse Georgelin aos deputados.

“A fase de garantir o edifício ainda não acabou. Isso será feito quando o andaime ao redor da torre tiver sido desmontado ”, disse ele, e alertou sobre vendavais de inverno que ameaçam desestabilizar a estrutura protetora temporária.

Tags:
igrejas
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia