Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Aleteia logo
home iconEspiritualidade
line break icon

A ovelha e a moeda perdida

Filhos que não querem saber da Igreja

ana erb | Flickr CC BY-NC-ND 2.0

Vanderlei de Lima - publicado em 26/12/19

"Cada alma humana valeu (e vale) nada menos do que o próprio sangue redentor de Nosso Senhor Jesus Cristo"

O contexto no qual o Senhor Jesus conta essas parábolas (da ovelha e da moeda) é interessante: os fariseus, que se achavam puros, julgam o Senhor porque Ele recebe os pecadores e faz suas refeições com eles (cf. Lc 15,2). Ora, ante o legalismo farisaico, Cristo propõe a infinita misericórdia que alcança a cada ser humano realmente arrependido e o leva a superar os seus pecados com a graça divina.

  1. A ovelha desgarrada: Notemos que as duas parábolas são muito semelhantes, embora uma (a da ovelha) ocorra no campo e a outra (a da moeda) se dê na cidade.

Vejamos a primeira: um homem tem cem ovelhas e perde uma. Deixa as noventa e nove para buscar a que se perdeu e se alegra, com os amigos, por tê-la encontrado, assim como o Pai celeste se regozija por um só pecador que se converte. Alguns detalhes são, aí, importantes: a) cem ovelhas era um rebanho grande (quase incomum) na Palestina de então. Esse “exagero” da parábola reforça o interesse pela ovelha perdida (100/1); b) é o próprio dono quem cuida do rebanho e não um empregado. Esse dono é Jesus, o Bom Pastor; c) ter animais perdidos não era algo espantoso naquela região. Em Lc 14,5 já se fala no boi e no asno caído em uma fossa, daí também a procura do animal perdido ser uma atividade corriqueira, de modo que o Senhor Jesus indaga: qual dos seus ouvintes não deixaria a quase totalidade das ovelhas (99) para se colocar em busca daquela (1) transviada (cf. Lc 15,4)? É o amor de Deus. Cada uma dessas ovelhas tem o mesmo valor; d) no encontro da ovelha perdida é que se dá o gesto misericordioso, segundo Dom Estêvão Bettencourt, OSB: “Ao encontrar o animal desgarrado, o pastor não a pune nem censura, nem a obriga a caminhar, mas coloca-a sobre os ombros e leva-a para casa. Este traço é paralelo ao do pai do filho pródigo, que se atira ao pescoço do jovem e o abraça” (Parábolas e páginas difíceis do Evangelho, Rio de Janeiro: Mater Ecclesiae, 1991, p. 106); e) os amigos são chamados para a festa após o encontro, embora isso não fosse comum (sempre se perdiam animais), mas o Evangelho, por meio dessa parábola, usa do pastor e da ovelha para demonstrar o grande amor na alegria do reencontro entre Deus e os seus filhos; f) o Senhor ama a todos os seus filhos indistintamente: os próximos do pastor e aquele que se desgarra (a mãe cuida mais do filho doente que dos sadios e muito se alegra quando o enfermo sara); g) o pecador não é um ser estranho a Deus, mas tão somente um filho que se afasta do Pai e dos irmãos, mas sempre tem a chance de se converter. Ao fazê-lo merece festa e h) o pecado não tira o direito de alguém de ser filho de Deus, apenas o afasta momentaneamente do rebanho ou do caminho traçado pelo pastor. O Bom Pastor (Deus) sempre espera de braços abertos o retorno desse(a) filho(a).

  1. A moeda perdida: trata-se da história de uma mulher que tinha, em sua casa, dez moedas e perdeu uma, que poderia estar enrolada em um pano dentro de um vaso, como era costume na época. A casa, como várias daquele tempo na Palestina, devia ser baixa com uma simples janela que dava para uma ruazinha escura e estreita. Daí a necessidade, embora sendo dia, de que a dona da moeda acendesse a lâmpada e varresse a casa para encontrar o dinheiro perdido. Encontrou-o e, de alegria, chamou as amigas e vizinhas para comemorarem o importante fato.

É um caso semelhante ao da parábola anterior, desejosa de destacar a grande felicidade do encontro (há imensa alegria no céu pelo reencontro do que estava perdido, cf. Lc 15,10). A conversão de um pecador que volta aos caminhos do Senhor é sempre causa de festa no céu. Quer incutir a ideia de que todos têm valor único, por isso Deus não ama apenas de modo genérico, mas se alegra com o retorno de cada pessoa a Ele, como dá a entender o grande Apóstolo Paulo: “O Filho de Deus me amou e se entregou por mim” (Gl 2,20 – destaques nossos). Tudo isso, longe de demonstrar individualismo, mostra que Deus é nosso Pai (cf. Mt 6,9), porém ama a cada filho(a) de um modo todo especial ou individual. Cada alma humana valeu (e vale) nada menos do que o próprio sangue redentor de Nosso Senhor Jesus Cristo e isso é motivo de grande reflexão: que faço eu ao tomar conhecimento de tão grande herança divina: ser filho no Filho (cf. Gl 4,5)?

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
AVENIDO BROTHERS
Agnès Pinard Legry
Três irmãos são ordenados padres no mesmo dia
4
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
5
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
6
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
7
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia