Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 22 Setembro |
home iconEspiritualidade
line break icon

Você sente que conquistou muito pouco? Então deixe-se amar

FATHER, CHILD, SHOULDERS

Shutterstock

Carlos Padilla Esteban - publicado em 11/02/20

Aprenda a ser e pare só de fazer

Sinto-me chamado ao amor, à entrega. A viver com Jesus, seguir Seus passos. Chamado a renovar meu sim todas as manhãs.

Mas estou em perigo de viver no mundo, esvaziando-me daquele amor que é o único que pode acalmar meu coração e preenchê-lo.

Ir. Verónica Berzosa, fundadora da comunidade religiosa Iesu Comunio, fala da vocação à vida consagrada como um chamado ao profundo amor a Jesus:

Apaixonar-se não é algo que se decide, acontece. Quando alguém ama, ele quer saber tudo sobre a pessoa amada. O amor quer ver o amado.

Sou chamado a viver um profundo amor por Jesus. Eu quero cuidar dessa intimidade, dessa pertença. Eu amo aquele Jesus que entra na minha vida para acalmar todos os meus medos e alimentar todos os meus sonhos.

Quantas vezes eu acreditei que tudo estava focado na minha força, nas minhas habilidades! Agora, ao longo dos anos, vejo novamente que seguir Jesus é me deixar levar por Ele. Ou melhor, deixar que Ele seja aquele que me toma em seus braços e conduz minha vida.

Nem tudo depende de mim, não está em minhas mãos construir Seu Reino. Vejo claramente que não sou um grande conquistador de reinos. Não sou o milagreiro em que sempre acreditei. Nem mesmo minhas conquistas são uma consequência de meus dons.

São João Paulo II comenta no Novo millennio ineunte: o nosso é um tempo de movimento contínuo, que muitas vezes leva ao ativismo, com o risco fácil de fazer. Temos que resistir a essa tentação, procurando ser antes de fazer.

Eu preciso aprender a ser e parar de fazer. É uma grande mudança. Essa segunda conversão é a que implora à minha alma enquanto caminha pelos caminhos que Ele aponta para mim.

Fico tremendo só de pensar em quantas vezes enfatizo o que faço, o que sei, meus talentos e habilidades. Como se tudo fosse meu e dependesse da minha entrega, do meu sim.

Como se o Dele fosse só aquele momento em que sinto meu desamparo e verifico minhas poucas forças. Naquela hora em que verifico que não posso continuar lutando, fazendo tantas coisas.

Chega um momento no meio da vida em que sinto a fraqueza dos meus passos e vejo como o amor se empobrece toda vez que não cuido dele. Quando ignoro os avisos e esqueço os conselhos.

Eu quero viver no Seu reino com paz, com alegria. Eu não pretendo conquistá-lo.

Quero deixar de lado as correntes que me prendem e me impedem de andar. Sonho em me vincular a Ele em sua rede de amor. No barco que me leva para o mar. Ele rema ao meu lado e eu me deixo levar pelo seu amor.

Esta é a segunda conversão da qual os santos falam; é aquele passo inevitável que ocorre no coração do amante quando os anos passam e é necessário avançar ainda mais, remar mais fundo.

É aquele momento em que sinto que preciso deixar-me amar.

Sei que esse passo talvez seja ainda mais difícil do que o amor que tenho alimentado até agora. É ainda mais difícil do que aprender a amar bem.

Deixar-se amar implica um ato de humilde rendição nas mãos do amado. Implica um reconhecimento sincero da própria deficiência.

Não só não preciso fazer nada para provar meu amor, mas apenas permitir que o milagre aconteça: ser amado. É uma graça.

E assim comecei a desfrutar de tranquilidade no reino de Jesus. É Ele, é o trabalho dele, sou parte do seu rebanho. Eu sou apenas mais uma ovelha no meio de muitas. Nada especial. Sou apenas eu andando sobre seus ombros, sustentado por seu amor que me salva.

Minha força é Dele e minha pobreza não passa de um lembrete. Ele me escolheu, mesmo sem eu saber andar. Ele me chamou, e eu não sei falar. Ele olhou para mim, conhecendo minha falta de jeito e minha fraqueza.

O que tenho que deixar para poder andar ao lado Dele? O que tenho que parar de fazer para que Ele faça em mim todas as coisas novas? Ser mais submisso à Sua vontade. Cuidar dessa intimidade com Ele em silêncio. E largar meu orgulho e tudo o que me impede de ser mais generoso em minha entrega.

Tags:
MeditaçãoOração
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Exorcista padre Gabriele Amorth
Gelsomino Del Guercio
Os assombrosos diálogos entre o diabo e um exorcista do Vaticano
2
Aleteia Brasil
O dia em que os cães farejadores detectaram Alguém vivo no Sacrár...
3
HOLY COMMUNION
Reportagem local
A Santa Missa não pode ser trocada por orações pessoais: sem ela,...
4
BEATRIZ
Reportagem local
Mistério do sumiço de uma mulher em Aparecida já dura 9 anos
5
Berthe and Marcel
Lauriane Vofo Kana
O segredo do casal que tem a união mais longa da França
6
RECONSTRUCTED CHRIST
Lucandrea Massaro
Assim era Jesus: o misterioso Homem do Sudário, reconstruído em 3...
7
Aleteia Brasil
Ela ia para a Adoração Eucarística às 3 da manhã quando foi parad...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia