Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Os católicos ignoram sua própria riqueza espiritual acumulada em 2 milênios

MSZA ŚWIĘTA
Z I/Unsplash | CC0
Compartilhar

“Este é o motivo pelo qual tantos acabam por se iludir com as improvisações modernas”

O pe. José Eduardo Oliveira compartilhou em seu Facebook a seguinte consideração sobre a ignorância de grande número de católicos a respeito do próprio tesouro espiritual:

Os católicos precisam dar-se conta de que estão pisando em cima de minas de petróleo: há uma riqueza espiritual inestimável acumulada ao longo de milênios, mas que é ignorada por causa da superficialidade das últimas gerações; são os tesouros da doutrina dos Padres da Igreja e dos doutores, de uma moral sólida e racionalmente construída, de uma espiritualidade explicada nos detalhes, de testemunhos de santidade verdadeiramente heroica e milagrosa, de patrimônios litúrgicos sublimes e espirituais, de manifestações extraordinárias de Deus ao longo dos séculos, mas tudo isto sepultado sob muito naturalismo, muita “teologia” incrédula, muito analfabetismo religioso e muita, muita!, ignorância.

Este é o motivo pelo qual tantos acabam por se iludir com as improvisações modernas.

Eu não acredito que Deus permita que toda esta maravilha permaneça para sempre escondida, enquanto muitos recebem apenas frações daquilo que Jesus veio trazer em plenitude, pois Ele veio para que “todos tenham vida, e vida em abundância”.

O desafio para os católicos dos nossos dias é entender que o mesmo Espírito que ressuscitou Jesus Cristo dentre os mortos quer trazer um verdadeiro despertar espiritual em nosso tempo, mas um despertar que demanda a fome de procurar cada vez com mais intensidade aquele conhecimento de Deus que transcende infinitamente entretenimentos passageiros, modas hodiernas ou a superficialidade das soluções imediatistas para as necessidades do nosso egoísmo.

Boletim
Receba Aleteia todo dia