Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Passeios virtuais que expandirão seus horizontes durante a quarentena

Compartilhar

Capela Sistina, Stonehenge e o Palácio de Versalhes estão entre os lugares que você poderá visitar sem sair de casa

O isolamento social pode ser algo negativo para quem não consegue manter a mente ocupada com  atividades como ler livros, assistir filmes e séries, ou praticar hobbies como desenho ou jardinagem.

Se esse é o seu caso, uma alternativa é procurar distração com jogos e sites que utilizam recursos de realidade virtual e interação com vídeos gravados em altíssima resolução.

Alguns dos patrimônios históricos mais visitados pelos turistas também costumam disponibilizar em seus sites oficiais recursos multimídia que permitem a navegação em realidade virtual e recursos que permitem integração aos óculos de realidade aumentada.

Outras opções são aplicativos como o Google Earth VR, Sygic Travel VR e Travel World, que podem ser utilizados com ou sem óculos de realidade aumentada. Experiências semelhantes oferecem também sites especializados como o AirPano360Cities, que reúnem tours com visão em 360° de inúmeras cidades e pontos turísticos.

Há ainda os chamados treks – ou trilhas – do Google Maps, que reproduzem a experiência de percurso de conhecidos percursos turísticos, e no Youtube há inúmeros canais especializados em realidade virtual. Outro destaque é o Google Cultural Institute, que lista locais de relevância histórica e importantes monumentos geográficos onde se pode conferir todos os detalhes e obter inúmeras informações.

Quer tentar? Que tal então começar por um tour pelas Sete Maravilhas do Mundo Contemporâneo? Basta escolher entre a Grande Muralha da China , a antiga cidade de Petra na Jordânia , o Taj Mahal na Índia, o Coliseu italiano, as ruínas peruanas de Machu Picchu, o Brandenburg Gate na capital alemã, o Cristo Redentor no Rio de Janeiro, e as pirâmides maias de Chichen Itza no México.

Se desejar, poderá ainda explorar As Pirâmides de Gizé – a única Maravilha do Mundo Antigo que resistiu ao tempo – ou outros destinos igualmente atrativos, como a Ilha de Páscoa no Chile.

Para aqueles que admiram a imponência de palácios e castelos, o roteiro virtual pode incluir Versailles na França, Alhambra  na Espanha e o Palácio de Inverno de Bogd Khan na Mongólia. Outra boa sugestão é explorar do Google Earth, que oferece um impressionante passeio pelo principado de Liechtenstein e que inclui os deslumbrantes castelos de Vaduz e Gutenberg.

O modo viajante do Google Earth conta ainda com um seleção que reúne 8 famosas construções ao redor do mundo , são elas: Parque e Palácio Nacional de Pena Sintra de Portugal, Castelo Hohenwerfen Werfen na Áustria, Castelo de Shurijo Naha no Japão, Castelo de Dunnottar  Stonehaven na Escócia, Castelo e Marina de Boldt Alexandria Bay em Nova York, Castelo de Praga Praga na República Tcheca, Castillo de Coca  Coca na Espanha e Castel del Monte Andria, Itália.

Experiência semelhante se obtém em relação à cidade do Vaticano, em que você poderá “sobrevoar “ sua extensão, simular uma caminhada pelos seus famosos Jardins, explorar a Praça de São Pedro e conhecer a Basílica, a Capela Sistina, o Palácio Apostólico, o Castelo Sant’Angelo e todas as demais construções históricas que completam a beleza do local.

Para o passeio ficar completo, avance até a Espanha para conhecer o Templo Expiatório da Sagrada Família, a Catedral de Sevilha e a torre La Giralda, e não deixe de percorrer algumas da mais antigas igrejas italianas, como a Catedral de Milão, a Catedral de Monreale e a Basílica de São Marcos em Veneza.

A parada na cidade construída sobre a água serve como um convite para explorar suas ruas e canais através do passeio disponibilizado pelo Google Maps. Aliás, jornadas semelhantes – que permitem explorar aspectos históricos, culturais e geográficos – podem ser realizadas em outros importantes pontos turístico, como a Praia de Ipanema no Brasil, o Rio Tâmisa na Inglaterra e a Hollywood Boulevard, nos Estados Unidos.

Caso você queira ver monumentos, complexas construções históricas e grandes marcos arquitetônicos, reserve algumas horas para conferir todos os detalhes da Torre Eiffel (França), da Estátua da Liberdade (Estados Unidos), Ponte de Londres (Inglaterra), Torre de Pisa (Itália), o edifício Burj Khalifa (Emirados Árabes), o museu Guggenheim Bilbao (Espanha), e a Ópera de Sydney (Austrália), Teatro Bolshoi (Rússia), Teatro Wuzhen (China) e o prédio da Ópera Nacional de Paris.

Se você sente falta de paisagens naturais, pode escolher por jornadas em terras brasileiras através da Bacia do Rio Amazonas, praias de Fernando de Noronha ou pelas Cataratas do Iguaçu. Se preferir explorar terras, ou melhor, águas estrangeiras, poderá explorar as Ilhas Galápagos no Equador, a icônica Table Mountain na África do Sul, as Cataratas do Niágara no Canadá, a Ilha de Komodo na Indonésia ou, até mesmo, a  Grande Barreira de Corais na Austrália.

Dos picos nevados ao solo arenoso das regiões desérticas, o que não faltam são cenários para alimentar seu espírito aventureiro, como o Monte Fuji no Japão, o Parque Nacional do Gombe na Tanzânia, a Reserva Nacional de Samburu no Quênia, o Deserto do Saara na África e o Parque Nacional dos Vulcões no Havaí.

Há ainda as trilhas de Khumbu e do Campo Base do Everest, localizados no Nepal, as paisagens geladas do Monte Branco na França, e das cidades canadenses de Churchill e Iqaluit, que faz parte do território ártico do país.

O complexo de Parques Nacionais dos Estados Unidos também merece atenção, como o Grand Canyon compreendendo a extensão do Rio Colorado , Yosemite, o Memorial do Monte Rushmore  e todos as demais reservas reunidas na seleção do Google Earth.

Mas, se o que você deseja realmente é alcançar sensação de paz e se sentir mais próximo das criações divinas, se entregue às impressionantes imagens da aurora boreal registradas na Islândia, Escócia, Noruega, Suécia, Canadá, Alasca e Finlândia e escolha qual delas é a sua paisagem favorita. Boa viagem!

Boletim
Receba Aleteia todo dia