Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri
home iconEspiritualidade
line break icon

O pai do filho pródigo

Pompeo Batoni (1708–1787)

http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Pompeo_Batoni_003.jpg

Mário Scandiuzzi - publicado em 05/04/20

É preciso mergulhar na misericórdia de Deus para tentar entender como somos amados por Ele

A Quaresma é um tempo propício de conversão, de buscarmos a proximidade com Deus.

Muitas vezes, nesta caminhada, nos afastamos tanto dEle que podemos pensar até que não seremos mais recebidos na casa do Pai.

Mas é pra mostrar que Deus sempre nos espera de braços abertos que Jesus contou a parábola do filho pródigo (Lucas 15, 11-31).

Vamos refletir sobre as atitudes do pai.

Primeiramente, ele viu seu coração se encher de tristeza quando o filho mais novo pediu a parte da herança e partiu daquela casa poucos dias depois. Foi um tempo de muita angústia para este pai, sem notícias do filho. Mas isso não tirou sua esperança de reencontrá-lo. Tanto que, ao voltar para casa, o filho foi avistado pelo pai quando ainda estava longe.

O pai correu ao seu encontro. Não ficou esperando ele chegar. Não questionou o que o filho havia feito, não perguntou por onde andou, não se importou com a aparência dele. Abraçou-o e cobriu-o de beijos.

O jovem não se achava mais digno de ser tratado como filho. Mas o pai não lhe deu ouvidos. Pediu aos empregados para trazerem a melhor túnica, que colocassem o anel no dedo do filho e sandálias em seus pés. Não foi só isso. Mandou matar o novilho gordo e fez uma festa. Por quê? Porque seu filho estava morto e reviveu. Estava perdido e foi encontrado.

Talvez aos olhos humanos essa atitude do pai não seja compreendida. É preciso mergulhar na misericórdia de Deus para tentar entender como somos amados por Ele.

Como o filho pródigo caiu em si durante o tempo de sofrimento, decidiu retornar e pedir perdão, nós também podemos fazer o caminho de volta à casa do Pai.

Temos um Deus misericordioso, cheio de um amor incompreensível para nossos padrões humanos, sempre disposto a nos acolher. Afinal de contas, “assim é a vontade de vosso Pai celeste, que não se perca um só destes pequeninos” (Mateus 18, 14).




Leia também:
Na parábola do filho pródigo, com qual dos filhos você se identifica?

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Misericórdia
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia