Aleteia
Sábado 24 Outubro |
São Maglório
Histórias Inspiradoras

Covid-19: enfermeira reencontra bombeiro que salvou sua vida

FDNY

Twitter | @FDNY

Dolors Massot - publicado em 29/05/20

Ela voltou a Nova York para trabalhar com pacientes com coronavírus. Foi sua chance de se reunir com o homem que a resgatou de um incêndio quando ela tinha 4 anos de idade

Deirdre Taylor é uma enfermeira de emergência. Ela tem 40 anos, é casada e tem 2 filhos. Em 1983, quando ela ainda era pequena, houve um incêndio em sua casa no Soho, em Nova York.

Diante dos gritos por socorro de sua mãe, um vizinho reagiu e foi procurar outro vizinho no mesmo quarteirão que era bombeiro: Eugene Pugliese.

Pugliese estava fora de serviço e verificando alguns canos de água em sua casa. Ele imediatamente largou o que tinha nas mãos e correu em direção ao fogo.

“Meu bebê!”

Ele foi até o patamar do sexto andar do prédio, de onde vinham as chamas, e resgatou a mulher que estava pedindo ajuda. Mas ela continuava gritando: “Meu bebê!”

Deirdre, de 4 anos, estava envolta em fumaça. “Entrei e encontrei uma menina inconsciente”, lembra Pugliese. Ele a levou para fora, realizou o procedimento de ressuscitação, e a garota finalmente recuperou a consciência.

FDNY
Facebook | Deidre Taylor

Por esse ato heróico, Pugliese recebeu a Medalha Walter Scott de Mérito.

“Nunca mais a vi”

“Eu não a vi novamente depois disso, mas sempre me perguntei sobre ela”, explica Pugliese.

A notícia foi publicada em muitos jornais. Alguns deles traziam a fotografia do bombeiro com a menina nos braços.

FDNY
Facebook | Deidre Taylor

Embora nunca mais o tenha visto, Deirdre Taylor gravou em seu coração aquele ato de heroísmo do bombeiro que salvou sua vida.

Tanto que ela havia emoldurado a capa do jornal e pendurado em uma parede de sua casa. O que ela não sabia era que, paralelamente, Pugliese também fizera o mesmo com o recorte de jornal.

O tempo passou e Deirdre se mudou para Alexandria, Virgínia. Ela nunca fora capaz de localizar o homem que salvara sua vida, mas ainda queria encontrá-lo novamente. Este ano chegou a oportunidade.

De volta a Nova York

Por causa da Covid-19, Deirdre aceitou uma oferta de emprego do Hospital Langone da Universidade de Nova York (NYU) no Brooklyn.

Em Deirdre, de volta à cidade, despertou o desejo de encontrar o homem que salvara sua vida. Afinal, se ela agora podia cuidar de pacientes com Covid-19, era porque Eugene a tinha resgatado.

“O que eu poderia fazer para localizá-lo? No 11 de setembro me fiquei me perguntando por ele, e eu esperava ter a oportunidade de agradecê-lo”, confessou.

“Eu sempre soube”, disse ela à CNN, “que estava quase perdendo a vida naquele dia. Sem ele, eu não estaria aqui. Eu tive uma segunda chance na vida graças a ele.”

Uma pista graças a outro bombeiro

De volta ao hospital no Brooklyn, um dia Deirdre contou sua história a um bombeiro. Ao saber da situação, ele a colocou em contato com um responsável do Corpo de Bombeiros de Nova York, que imediatamente se recordou de quem a enfermeira estava falando.

O capitão explicou que Eugene Pugliese estava aposentado e morava em Spring Lake, Nova Jersey. Ele lhe deu seu número de telefone e ela, assim que terminou o turno, não levou um minuto para ligar.

A conexão foi imediata. Eles estavam animados para se encontrar. “Nós dois sentamos lá chorando ao telefone”, disse Pugliese.

FDNY
Twitter | @FDNY

“Uma vida magnífica”

O bombeiro agora tem 75 anos e orgulha-se da menininha que ele salvou naquele incêndio, hoje transformada em esposa, mãe e enfermeira de emergência, pronta para cuidar das pessoas infectadas pelo coronavírus.

“Ela se tornou uma mulher notável com uma vida magnífica”, disse, emocionado.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CaridadeCoronavírusPandemiasolidariedade
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Papa Pedro João Paulo II Bento XVI Francisco
Reportagem local
Pedro, João Paulo, Bento e Francisco: 4 Papas...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia