Aleteia

Padre eremita grava sua própria música a partir de sua reclusão

Compartilhar

Tendo sido músico ao longo de toda a vida, ele habilmente toca todos os instrumentos em suas músicas católicas

O padre Maximilian Mary Dean, um eremita franciscano que vive em reclusão em Appalachia, no sul da Pensilvânia central, aperfeiçoou suas habilidades musicais para usá-las em sua vocação.

Padre Dean usa seu tempo para compor e gravar seu próprio estilo de rock católico, rico em referências ao rock clássico dos anos 60-80, que atinge um grande equilíbrio entre a audição litúrgica e secular.

Tendo sido músico ao longo de toda vida, padre Dean observa em sua autobiografia as várias bandas que integrou no ensino médio e na faculdade, para as quais ele tocou uma série de instrumentos, incluindo guitarra, baixo, teclado, bateria, gaita e até um pouco de saxofone.

Enquanto ainda era calouro na faculdade, ele vivenciou o que descreve como uma “grande conversão”, que o colocou no caminho de se tornar padre.

Dean pediu transferência para a Universidade Franciscana de Steubenville, onde completou sua educação em filosofia e foi ordenado sacerdote católico em 2000.

O multi-instrumentista e cantor emprestou suas habilidades musicais aos Frades Franciscanos da Renovação de 1992-1995, e liderou os ministérios da música dos Frades Franciscanos da Imaculada de 1995 a 2017.

Seu recente lançamento, o álbum A Battle Cry Goes Out, responde a uma pergunta recorrente: é possível usar instrumentos contemporâneos para a glória de Deus? Em seu site, pe. Dean sugere que sim:

Há também um lugar, até mesmo uma necessidade, de música não litúrgica. Por exemplo, em um acampamento de verão reunido em torno de uma fogueira à noite, certamente há um lugar para um violão e algumas palmas festivas – canções de louvor. No carro, quando a mãe dirige levando seu filho ou filha para uma atividade num lugar distante, duas horas de canto gregoriano e polifonia sacra podem não ser a música mais adequada para a ocasião – há, mesmo entre os eremitas e os padres do deserto, a necessidade de uma santa diversão.

Com isso em mente, padre Dean compôs e produziu um álbum completo de música católica verdadeira, que é tão apropriada para um culto na igreja quanto seria uma trilha sonora de uma viagem.

O álbum é simplesmente impressionante, ainda mais quando você descobre que o padre Dean tocou todos os instrumentos e gravou tudo sozinho em seu eremitério.

No clipe da faixa-título, apresentado acima, podemos ver o monge barbudo, de túnica, montando cada faixa em sua residência.

A música é uma reminiscência do rock clássico. Entre suas referências, o padre cita bandas como Steely Dan, Supertramp e Huey Lewis.

Nós gostamos particularmente da faixa “Come Holy Spirit”, que tem uma pausa para um solo de saxofone surpreendente.

Padre Dean diz em seu site que nunca tocou sax de verdade, mas seu solo emocionante revela que ele estava sendo modesto. Existem também vários solos de guitarra impressionantes.

“Made by the Lord” foi a nossa faixa favorita no álbum. Com um ritmo padrão de blues e uma gaita melancólica, a música traz um solo de guitarra suave a cativante.

Com pouco mais de 47 minutos, esse álbum tem muita música ótima esperando católicos e amantes da música.

O álbum completo está disponível para transmissão no Spotify. Para mais informações sobre o padre Dean e sua música, visite aqui seu site.

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia