Aleteia
Sábado 24 Outubro |
São Maglório
Atualidade

Venezuela: ONU denuncia “violações dos direitos humanos”

VENEZUELA

Sergio González

Fundação AIS - publicado em 27/09/20

O relatório, divulgado na quarta-feira, 16 de Setembro, é o resultado de quase três centenas de entrevistas com pessoas

Um relatório das Nações Unidas divulgado na semana passada sobre a Venezuela aponta o dedo ao regime de Nicolás Maduro como sendo responsável por uma série de “violações dos direitos humanos”.

O relatório, divulgado na quarta-feira, 16 de Setembro, é o resultado de quase três centenas de entrevistas com pessoas que, de alguma forma, foram vítimas ou testemunhas de violência.

Os relatores afirmam estar convencidos de que “as autoridades venezuelanas e as forças de segurança planearam e executaram desde 2014 graves violações dos direitos humanos, alguns das quais – incluindo assassinatos arbitrários e o uso sistemático de tortura – constituem crimes contra a humanidade”.

Em resposta às acusações, Jorge Arreaza, ministro das Relações Exteriores da Venezuela – equivalente à pasta dos Negócios Estrangeiros –, afirmou, num texto publicado no Twitter, que o relatório está “infestado de falsidades”, foi “preparado à distância”, e não possui “qualquer rigor metodológico”.

Além da violência denunciada pelas Nações Unidas, a Venezuela atravessa também tempos difíceis no que diz respeito à situação económica. De dia para dia, a crise no país tende a agravar-se, como a Igreja Católica tem denunciado.

No final de Julho, o Bispo de San Carlos explicava, em declarações à Fundação AIS, que havia cada vez mais pessoas na pobreza absoluta. “A Venezuela entrou num período de fome”, disse D. Polito Rodriguez Méndez, cuja diocese fica situada a cerca de 250 quilómetros a sudoeste da capital, Caracas.

Segundo este prelado, “as coisas pioram todos os dias”, pois “a economia está paralisada, não há indústria nem trabalho na agricultura”. O resultado desta anemia reflecte-se no Produto Interno Bruto que, segundo D. Méndez, “está abaixo de zero”. “Os mais afectados são os mais pobres, os que não têm nada para comer e não tem possibilidade de levar uma vida digna.”

O relato do Bispo de San Carlos é explícito. “Tudo é ‘dolarizado’. Uma família ganha cerca de três ou quatro dólares por mês, mas uma caixa de ovos custa dois e um quilo de queijo três dólares… Antes, as pessoas eram pobres, agora não conseguem sobreviver…”

“Toda esta situação é muito deprimente, o número de suicídios aumentou”, diz ainda o prelado à Fundação AIS. “Como Igreja, fomos capazes de ajudar muito nos últimos anos. Apesar das limitações pessoais, não vamos deixar as pessoas sozinhas nesta terrível situação que estamos a atravessar.”

Para o Bispo, perante a dimensão do problema e a incapacidade revelada pelas forças políticas, a única ajuda real terá de vir do exterior. “Temos que buscar apoio internacional, não podemos fazê-lo sozinhos. Não há suprimentos, funcionários motivados, comida. O país está a desmoronar-se. Precisamos pedir ajuda humanitária internacional porque, caso contrário, não temos outra alternativa: ou morremos do coronavírus ou morremos de fome.”

A Fundação AIS lançou uma vasta campanha de ajuda de emergência em favor da Igreja venezuelana. Uma campanha que apela à generosidade dos benfeitores portugueses para com o povo deste país sul-americano onde residem milhares de compatriotas e suas famílias. O nome da campanha traduz esse espírito de entreajuda: “consigo damos vida a um país que está a morrer”.

(Departamento de Informação da Fundação AIS)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Perseguição
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Papa Pedro João Paulo II Bento XVI Francisco
Reportagem local
Pedro, João Paulo, Bento e Francisco: 4 Papas...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia