Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
Histórias Inspiradoras

Brasil: casados há 62 anos morrem de covid com 11 horas de intervalo

casal pôr do sol

Harli Marten/Unsplash | CC0

Francisco Vêneto - publicado em 08/10/20

Casal deixa 10 filhos, 27 netos, 26 bisnetos e 5 trinetos. "Nem a morte separou minha mãe e meu pai. Isso foi Deus", declara uma das filhas

“Nem a morte separou minha mãe e meu pai”, declarou uma das filhas de Antônio Manuel Emboava, de 83 anos, e Maria de Lourdes de Paula Emboava, de 76. Os esposos, de fato, partiram desta vida no dia 28 de setembro, num intervalo de apenas 11 horas: ele ao nascer do sol, às 5h30, e ela quando o sol se pôs, às 18h30.

Marido e mulher viveram um sólido matrimônio de 62 anos e deixaram 10 filhos, 27 netos, 26 bisnetos e 5 trinetos.

Moradores de Artur Nogueira, no interior paulista, Antônio e Maria de Lourdes enfrentaram a covid-19, mas tinham comorbidades como bronquite, diabetes e pressão alta. Ele ficou 6 dias internado. Ela, por sua vez, passou apenas um dia no pronto-socorro, mas morreu após a transferência para o mesmo hospital de campanha onde estava Antônio.

Uma das filhas do casal, Valdete Emboava, 53, declarou à imprensa:

“Perder um pai com uma mãe é uma ferida que está dentro do peito da gente… Que a gente tem que orar muito com Deus. Pedir muita força para Deus confortar nosso coração”.

“Nem a morte separou minha mãe e meu pai”

Ela descreve o casamento dos pais, além disso, como “unido por Deus”:

“Cresceram juntos, casaram. Nem a morte separou minha mãe e meu pai. Olha que coisa mais linda! No mesmo dia foram os dois. Isso foi Deus”.

Valdete considera que a mãe não iria aguentar a perda do marido:

“O que ela tinha que cumprir aqui ela cumpriu. Então, chegou a hora de ela ir também. Em poucas horas ela foi recolhida também (…) Se ela não ganhar o céu, acho que ninguém vai ganhar mais”.

Quanto ao pai, Valdete contou que ele não gostava de festas, mas, em junho, celebrou seus 83 anos “com brilhos nos olhos”:

“Foi uma despedida que ele fez para nós. Ele queria todos os filhos lá”.

Que Deus conceda a Antônio e Maria de Lourdes o descanso eterno e dê paz e serenidade à família.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CasamentoCoronavíruscovid-19FamíliaMorteTestemunho
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia