Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 27 Julho |
São Galactório
home iconEstilo de vida
line break icon

Brinquedos, caprichos e desejos no Natal: saber dizer “não”

BOY,CRYING,SCHOOL

Shutterstock

LaFamilia.info - publicado em 13/12/20

Ainda que a família tenha boas condições econômicas, não é aconselhável dar aos filhos tudo o que eles pedem

As birras e caprichos dos filhos nesta época do Natal podem ser mais comuns que o normal, dado o ambiente consumista que lamentavelmente sufoca o sentido da celebração. O que fazer, como pais?

Formar a vontade

É normal que os filhos fiquem deslumbrados diante de brinquedos novos, e também é normal que desejem ter todos, chegando a fazer birra dentro das lojas – afinal de contas, são crianças em formação; são os pais que devem ensiná-las a lidar com os desejos e formá-las na vontade.

Educar o desejo é educar a vontade, o autocontrole, o autodomínio. É importante ensiná-las a austeridade, o valor do trabalho, o esforço que os pais precisam fazer para conseguir dinheiro. Por isso, é preciso ser coerentes e moderados.

Ainda que a família tenha boas condições econômicas, não é aconselhável dar tudo o que os filhos pedem; eles precisam aprender a realidade da vida: para obter algo, é preciso esforço e trabalho, pois as coisas não chegam às nossas mãos por um passe de mágica.

Aprender a dizer “não”

Sabemos que, como pais, queremos dar o melhor aos nossos filhos, e talvez dar-lhes o que nós nunca pudemos ter. No entanto, ao agir assim, ao invés de ajudá-los, estaremos os prejudicando. Se lhes damos tudo o que pedem e fazemos tudo o que querem desde pequenos, quando crescerem, pensarão que o mundo tem de se comportar como seus pais.

É muito construtivo dizer “não” aos filhos de vez em quando – ou talvez com certa frequência: dizer que não podemos comprar este brinquedo; que observem quantas crianças não têm nada; que o papai e a mamãe não têm dinheiro; que um bom comportamento na escola talvez possa ser recompensado com um presente. São alguns exemplos.

As crianças que são educadas com moderação nos elementos materiais, quando forem adultas, serão pessoas desprendidas, livres, valorizarão as pessoas acima das coisas, apreciarão o esforço, farão bom uso do dinheiro, terão boas relações no trabalho, serão mais tolerantes ao fracasso, enfrentarão melhor uma situação econômica difícil, entre muitos outros benefícios.




Leia também:
Um método simples para acalmar a birra e acabar com as brigas entre irmãos

(Artigo publicado originalmente por LaFamilia.info)

Tags:
EducaçãoFilhosNatalPaternidade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
3
Ítalo Ferreira
Reportagem local
Ouro no surfe em Tóquio, Ítalo Ferreira reza todos os dias às 3h ...
4
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
5
CONFESSION, PRIEST, WOMAN
Julio De la Vega Hazas
Por que não posso me confessar diretamente com Deus?
6
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
7
Anna Gębalska-Berekets
O que falar (e o que não falar) a um ente querido com câncer
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia