Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 26 Fevereiro |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

O inesperado ingrediente secreto para um casamento mais feliz

COUPLE HEUREUX

Shutterstock

Marzena Devoud - publicado em 07/06/21

As coisas funcionam melhor quando entre os cônjuges existe um ingrediente especial

A ciência já demonstrou os benefícios da risada para nossa saúde. Ajuda a combater o estresse, a dor e a superar os desafios. O riso é a fonte da juventude por excelência.

Agora, psicólogos da Universidade Martin Luther, em Halle-Wittenberg, mostraram que isso também é válido para os casais.

Em um estudo publicado no Journal of Research in Personality, os autores explicam que os cônjuges que compartilham o bom senso de humor, em relação a rir e se divertir, tendem a ser mais felizes do que os outros. No entanto, os cônjuges que não têm bom humor são relativamente menos felizes em seus relacionamentos românticos.

Os pesquisadores distinguem três características: ter medo de rirem de você, gostar de rir de si (como quando o riso é intencionalmente provocado pela própria pessoa) e rir dos outros (o que pode variar de piadas bem-humoradas a ridicularizar).

O poder de uma boa risada

Os pesquisadores realizaram o estudo com a colaboração de 154 casais. Nas entrevistas, realizadas online, cada cônjuge descreveu separadamente em detalhes suas percepções de seu relacionamento e seu grau de satisfação emocional e sexual.

Uma primeira análise dos dados mostrou, segundo a pesquisadora Kay Brauer, “que os casais são muitas vezes semelhantes em relação aos seus traços individuais e também aos seus perfis”. Quanto mais alinhados eles forem nessas características, maior a probabilidade de se contentarem seu relacionamento.

Especialmente nas mulheres, a característica do bom humor e de gostar de rir foi associada a maior satisfação e atração por seu parceiro, segundo os pesquisadores. Por outro lado, quando um dos cônjuges gosta de ridicularizar os outros, isso tende a causar mais discussões e menos satisfação no relacionamento.

No entanto, os pesquisadores apontaram que ter o mesmo senso de humor e capacidade de rir de si mesmo e um do outro não é suficiente para determinar se um relacionamento será satisfatório.

Isso soa como a prova de algo que já sabíamos: ter bom humor perante você mesmo e suas próprias fraquezas contribui para um relacionamento mais saudável. Ao mesmo tempo, é importante que nosso riso seja sempre bem-humorado e respeitoso, levando em conta as sensibilidades da outra pessoa.

Tags:
CasamentoRelacionamentoSaúde
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia