Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 28 Maio |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Governo da Lituânia orienta população a jogar fora celulares chineses

Regime comunista chinês

gopixa/Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 04/10/21

Ministério lituano da Defesa apontou que os aparelhos vinham com funções de detecção e censura ideológica

O governo da Lituânia, através do Ministério da Defesa, orientou os cidadãos a não comprarem aparelhos celulares chineses e até mesmo a jogá-los fora caso já os possuam.

O motivo da inusitada medida são graves acusações de censura: um relatório do órgão de segurança digital do governo lituano apontou que os aparelhos vinham com funções de detecção e censura de termos considerados particularmente “inoportunos” para a ditadura de Pequim, como “Tibete Livre”, “independência de Taiwan” e “movimento pela democracia”. Tais funções estavam aparentemente desativadas na União Europeia, mas poderiam ser ativadas remotamente a qualquer momento pelas fabricantes.

Segundo o jornal South China Morning Post, citado por matéria do jornal O São Paulo, da arquidiocese paulistana, o vice-ministro lituano da Defesa, Margiris Abukevicius, recomendou “não comprar novos telefones chineses e nos livrar dos já comprados o mais rápido possível”.

Ainda segundo O São Paulo, as fabricantes chinesas de celulares negaram o caso. Uma delas, em comunicado, afirmou:

“Nunca restringimos nem bloquearemos qualquer comportamento pessoal de nossos usuários de smartphones, como pesquisa, ligação, navegação na web ou o uso de software de comunicação de terceiros”.

A mesma companhia, que é uma das gigantes do setor, se disse comprometida com os direitos dos usuários e com o cumprimento da legislação europeia de proteção de dados pessoais, que é reconhecida por levar o assunto a sério, fiscalizando e multando pesadamente as corporações que a infringem.

A ditadura do Partido Comunista Chinês é recorrentemente denunciada internacionalmente por violar direitos humanos em todos os níveis. Entre as violações cotidianas está o extraordinário sistema de vigilância, controle, censura e perseguição imposto pelo regime aos cidadãos, conforme é exemplificado no seguinte artigo:

Tags:
IdeologiaPolíticatecnologia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia