Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma 
Aleteia logo
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

Você já conheceu uma trisavó? E tataravó? Conheça agora uma pentavó

Avós

Di buffaloboy2513|Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 04/10/21

"É ótimo ter uma família tão grande. Sempre tem alguém cuidando de mim. Sou incrivelmente feliz".

Fez sucesso nas redes sociais, recentemente, a história da escocesa Mary Marshall, de 86 anos, que conta com o privilégio de conviver com seis gerações vivas da sua família ao mesmo tempo: a dela própria, a dos filhos, dos netos, dos bisnetos, dos trinetos e, desde maio deste ano, também a da tataraneta, a pequena Nyla Ferguson.

Mary, que vive em Edimburgo, teve oito filhos. Toda a linha de descendentes que chega até Nyla é formada por mulheres que deram à luz com 18 anos ou menos – e quase todas trabalharam como cuidadoras. A filha mais velha de Mary, Rose Thorburn, hoje com 68 anos, teve quatro crianças, entre as quais Chyrel Borthwick, hoje com 50, que deu à luz Carrie Dow, hoje com 35, mãe de quatro, uma das quais é Toni-Leigh, hoje com 17, que deu à luz Nyla, hoje com 4 meses.

Em entrevista à imprensa britânica, Mary declarou, com bom humor, que os familiares a perdoam por não comprar presentes de aniversário e de Natal para todos. “Passaria a metade do ano fazendo isso”, brincou.

“É ótimo ter uma família tão grande. Sempre tem alguém cuidando de mim. Sou incrivelmente feliz”.

Quando ficou grávida, a jovem Toni-Leigh pesquisou na internet e não encontrou nenhuma outra família escocesa com seis gerações vivas. O caso repercutiu no país e no exterior – positivamente, o que é significativo num mundo que revela certo preconceito com famílias numerosas.

Vó, bisa, trisa, tetra… penta

A história de Mary e sua descendência também chamou atenção no Brasil porque vários sites a descreveram como “pentavó” de Nyla – e a bebê, portanto, como “pentaneta” de Mary.

Não é uma informação correta: Mary, na verdade, é tataravó e Nyla é sua tataraneta.

É relativamente frequente as pessoas “pularem” os trisavós, que são os pais dos bisavós. Por sua vez, os tataravós são os pais dos trisavós. Talvez tenha sido esta a razão pela qual esses veículos atribuíram à tataraneta de Mary uma geração a mais do que a correta, “contando-a” como pentaneta.

Vale observar, aliás, que os dicionários da língua portuguesa não registram oficialmente as palavras “pentavó” e “pentaneto” – até pela raridade da sua ocorrência. Mas, seguindo a lógica baseada nos números gregos, “penta” seria a composição aplicável a quem vem depois do “tetra”, tal como acontece em “tetracampeão” e “pentacampeão”. Diga-se de passagem, também é correto dizer “tetraneto” e “tetravó” como sinônimos das populares versões “tataraneto” e “tataravó”.

Uma legítima pentavó brasileira

Se a escocesa Mary Marshall ainda não é pentavó de fato, apesar de ter sido assim “anunciada” erroneamente por alguns sites brasileiros, temos outra vovó que pode corretamente ostentar esse “título” aqui mesmo no Brasil.

Maria Nascimento Diniz, de Barreirinhas, na Bahia, já era casada e mãe de quatro filhos quando se mudou para São Luis, onde adotou mais uma criança. Os cinco filhos a presentearam com 22 netos, que, por sua vez, lhe deram 40 bisnetos.

Dona Maria confessa que, daí em diante, “perdeu as contas” da quantidade de trinetos e tataranetos – e a matemática familiar ficou ainda mais complexa com o nascimento dos pentanetos, ou seja, os filhos de seus tataranetos.

Em 2017, o portal Imirante conversou com dona Maria por ocasião do seu aniversário de 106 anos. Ela disse que, nas comemorações, “apareceu muita gente: neto e bisneto que eu nem conhecia”.

Quanto ao segredo da longevidade com lucidez e bom humor, ela “receitou” alimentos frescos, peixes, frutas e verduras.

De acordo com o Guinness World Records, o maior número de gerações vivas ao mesmo tempo registrado em uma mesma família foi sete.

Tags:
avósFamíliaFilhosIdosos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
4
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
5
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia