Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 20 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Black Friday: antes de comprar, confira os conselhos de João Paulo II

BUY

Prostock-studio | Shutterstock

Philip Kosloski - publicado em 26/11/21

Em uma de suas encíclicas, São João Paulo II apresenta uma espécie de "guia de consumo". O santo papa detalha os fatores que devemos considerar ao comprar alguma coisa

A Black Friday, não mais contida em um único dia, mas que se estende ao longo de um mês inteiro, resume a abordagem moderna do consumismo. As empresas estão totalmente focadas em obter lucros antes do final do ano e os consumidores ajudam com suas compras (muitas vezes sem necessidade).

No entanto, São João Paulo II criticou fortemente este sistema de consumismo e exortou os consumidores a pensar antes de comprar.

Ele explica seus pensamentos em sua encíclica Centesimus Annus. Em primeiro lugar, o santo papa nos alerta que a forma como a sociedade usa seu dinheiro revela o que, de fato, priorizamos.:

“Através das opções de produção e de consumo, manifesta-se uma determinada cultura, como concepção global da vida. É aqui que surge o fenómeno do consumismo.

São João Paulo II exorta os consumidores a encarar suas compras à luz de toda a pessoa humana, corpo e alma:

“Individuando novas necessidades e novas modalidades para a sua satisfação, é necessário deixar-se guiar por uma imagem integral do homem, que respeite todas as dimensões do seu ser e subordine as necessidades materiais e instintivas às interiores e espirituais.”

Se esse quadro completo não for observado, nosso consumismo nos levará ao erro:

“Caso contrário, explorando diretamente os seus instintos e prescindindo, de diversos modos, da sua realidade pessoal consciente e livre, podem-se criar hábitos de consumo e estilos de vida objetivamente ilícitos, e frequentemente prejudiciais à sua saúde física e espiritual.”

O poder de escolha

Acima de tudo, precisamos lembrar que, a cada compra, estamos fazendo uma escolha. Essa escolha pode beneficiar ou prejudicar a sociedade e nossa alma eterna. A chave é ser um consumidor informado:

“O sistema econômico, em si mesmo, não possui critérios que permitam distinguir corretamente as formas novas e mais elevadas de satisfação das necessidades humanas, das necessidades artificialmente criadas que se opõem à formação de uma personalidade madura. Torna-se, por isso, necessária e urgente, uma grande obra educativa e cultural, que abranja a educação dos consumidores para um uso responsável do seu poder de escolha”

São João Paulo II não condena o desejo de uma vida melhor, mas nos exorta a mudar nosso desejo de “ter”:

“Não é mal desejar uma vida melhor, mas é errado o estilo de vida que se presume ser melhor, quando ela é orientada ao ter e não ao ser, e deseja ter mais não para ser mais, mas para consumir a existência no prazer, visto como fim em si próprio. É necessário, por isso, esforçar-se por construir estilos de vida, nos quais a busca do verdadeiro, do belo e do bom, e a comunhão com os outros homens, em ordem ao crescimento comum, sejam os elementos que determinam as opções do consumo, da poupança e do investimento.”

Portanto, nesta Black Friday e conforme você continua comprando seus presentes de Natal, lembre-se de que cada compra que você faz tem um efeito não apenas em sua própria alma, mas em todos os envolvidos com aquele presente. Nossa compra pode promover o bem comum e a busca da santidade ou pode nos desencaminhar e apoiar um modelo de consumismo prejudicial à sociedade.

Tags:
DinheiroEconomiaPapaSantos
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia