Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 23 Janeiro |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Devemos guardar o nosso coração. Mas contra o quê? Ou contra quem?

Shutterstock

Talita Rodrigues - publicado em 13/12/21

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida”

Sabemos que todas  as nossas decisões são tomadas pelo nosso interior. E, e apesar de ser tomada pelo que não é visível, rapidamente se exteriorizam em nossas atitudes.

Se nossas ações são reflexos do que sentimos, é necessário que nossos sentimentos sejam analisados. Se somos tomados pelo ódio, certamente não teremos ações agradáveis – muito menos saudáveis. Mas se somos tomados pelo amor, nossas ações tomam outro rumo.

Provérbios 4,2 nos trás a seguinte reflexão: É certo que devemos guardar o nosso coração, mas contra o quê? Ou contra quem? 

Do que guardar o coração

Há muito o que guardar o coração. Ouvimos que por amor não se mata, mas, sinceramente, preciso discordar. Porque, por amor, matamos o ódio. Por amor matamos a injustiça. Por amor matamos o egoísmo.

Quando mergulhamos fundo em busca de respostas, vemos que não é apenas de sentimentos como esses que é necessário a proteção do nosso coração. Ainda que evitemos a indiferença, podemos nos deparar com pessoas intoxicadas. E até mesmo nós podemos ser os intoxicados. São pessoas interesseiras, mesquinhas e egoístas, que, ao invés de atrair, devemos afastar.

Controlar o que o coração faz

Todos nós estamos propensos às falhas. Um descuido e nossas emoções descontroladas interferem em nossas ações, gerando conflitos internos e até externos. Não podemos controlar o que o nosso coração sente e quais emoções chegam até nós, mas podemos controlar o que ele faz com o que sente e com o que chega até ele.

Da mesma maneira que nos dedicamos a proteger e cuidar do nosso corpo, devemos nos dedicar a proteger o nosso coração e a nossa alma. O nosso mundo interior é tão importante quanto o nosso mundo exterior.

A sede das nossas emoções tem o costume de revelar, de fato, quem somos nós. Max Lucado escreveu: “A vida é dura, mas não tenha um coração duro”. 

Enfim, só um coração protegido resiste às durezas da vida e, certamente é mais feliz.


“Assim como a água reflete o rosto, o coração revela quem somos nós.”

(Provérbios 27,19)

Tenha acesso a mais conteúdos como este no Instagram da psicóloga católica Talita Rodrigues

Tags:
BíbliaPsicologiasentimentos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia