Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 22 Maio |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Deus promete-nos o “ser”, não o “ter”

HAPPY, FACE, BOY

Yuricazac | Shutterstock

Pe. Luigi Epicoco - publicado em 17/03/22

A vida eterna é ver a realização do nosso verdadeiro ser, mesmo agora Deus está ao nosso lado na descoberta da nossa identidade, que não depende, de forma alguma, do que temos

O surpreendente sobre a história de Lázaro e do homem rico do Evangelho de hoje é precisamente o paradoxo da ilusão daqueles que pensam que o verbo “ter” é melhor do que o verbo “ser”. O homem rico identifica-se tanto com os seus bens que até perde a sua identidade, e é por isso que o seu nome nem sequer é mencionado. O homem pobre, por outro lado, que não tem posses, tem algo mais importante, um nome, uma identidade, um verbo “ser”. Ele é precisamente Lázaro. Deus é Aquele que promete defender ao extremo o nosso verbo “ser”.

Ele não nos promete posses, mas promete fazer-nos ser nós próprios até ao fim, para além da vida que nos foi destinada a viver. A vida eterna é ver a realização do nosso verdadeiro ser. O inferno é o prolongamento desta falta, o tormento de ter perdido a única coisa que importa. Mas tudo depende das nossas decisões atuais. E para podermos decidir fazer a coisa certa, não precisamos de sinais extraordinários, precisamos apenas de fazer funcionar a nossa mente e o nosso coração. É por isso que Abraão recusa o pedido do homem rico de enviar Lázaro para convencer os seus irmãos, que ainda estão vivos, a converterem-se:

Disse-lhe Abraão: “Eles têm Moisés e os profetas: que os oiçam”. Mas ele insistiu: “Não, pai Abraão. Se algum dos mortos for ter com eles, arrepender-se-ão”. Abraão respondeu-lhe: “Se não dão ouvidos a Moisés nem aos profetas, também não se deixarão convencer se alguém ressuscitar dos mortos”».

Desta forma, Jesus quer dizer que a sua vida, morte e ressurreição não são uma imposição, mas uma provocação à nossa liberdade. Perante o testemunho de Cristo, podemos decidir compreender ou podemos insistir em viver de forma contrária. Tudo depende de nós, não daqueles que nos devem convencer.

Evangelho segundo São Lucas 16,19-31. 

Naquele tempo, disse Jesus aos fariseus: «Havia um homem rico, que se vestia de linho fino e se banqueteava esplendidamente todos os dias.
Um pobre chamado Lázaro jazia junto do seu portão, coberto de chagas.
Bem desejava ele saciar-se com os restos caídos da mesa do rico; mas até os cães vinham lamber-lhe as chagas.
Ora, sucedeu que o pobre morreu e foi colocado pelos anjos ao lado de Abraão. Morreu também o rico e foi sepultado.
Na mansão dos mortos, estando em tormentos, levantou os olhos e viu Abraão com Lázaro a seu lado.
Então, ergueu a voz e disse: “Pai Abraão, tem compaixão de mim. Envia Lázaro, para que molhe em água a ponta do dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nestas chamas”.
Abraão respondeu-lhe: “Filho, lembra-te que recebeste os teus bens em vida, e Lázaro apenas os males. Por isso, agora ele encontra-se aqui consolado, enquanto tu és atormentado.
Além disso, há entre nós e vós um grande abismo, de modo que se alguém quisesse passar daqui para junto de vós, não poderia fazê-lo”.
O rico exclamou: “Então peço-te, ó pai, que mandes Lázaro à minha casa paterna,
pois tenho cinco irmãos, para que os previna, a fim de que não venham também para este lugar de tormento”.
Disse-lhe Abraão: “Eles têm Moisés e os profetas: que os oiçam”.
Mas ele insistiu: “Não, pai Abraão. Se algum dos mortos for ter com eles, arrepender-se-ão”.
Abraão respondeu-lhe: “Se não dão ouvidos a Moisés nem aos profetas, também não se deixarão convencer se alguém ressuscitar dos mortos”».

Tags:
DeusMeditaçãoOração
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia