Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 26 Setembro |
São Cosme e São Damião
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Denzel Washington revela novo fato sobre o tapa de Will Smith

DENZEL WASHINGTON

Invision/Invision/East News

Dolors Massot - publicado em 08/05/22 - atualizado em 08/05/22

A noite de Oscar fez as pessoas falarem sobre o diabo. A chave foi o conselho de Denzel Washington a Will Smith. Mas ambos fizeram outra coisa, que muitos ignoraram

Não foi apenas Denzel Washington que veio em auxílio de Will Smith na polêmica noite do Oscar. Também o fez o ator Tyler Perry. Ambos foram imediatamente até Smith, estenderam-lhe a mão e tentaram ajudá-lo a desanuviar a sua explosão de raiva.

Denzel Washington explicou que a primeira coisa que ele disse a Will Smith – que iria receber o Oscar de melhor ator por “King Richard: Criando Campeãs” pouco depois – foi uma ideia para o fazer reagir e perceber que o tapa que acabara de dar a Chris Rock no meio da cerimónia ao vivo era uma coisa má a fazer.

Disse-lhe: “Tome cuidado! Em seus melhores momentos é quando o diabo vem atrás de você”.

É um conselho que vem realmente do santo Cura d’Ars, um homem da França do século XVIII/XIX que tinha tido muita experiência de como o diabo funciona nas pessoas. Ele tinha-o sofrido na sua própria carne.

WEB3-DENZEL-WASHINGTON-WILL-SMITH-CHRIS-ROCK-OSCARS-Afp_.jpg
Imagens do dia da polêmica

Fala-se agora da expulsão de Will Smith da Academia, da sua viagem à Índia como uma “purificação”, de Jada Pinket e do problema da alopecia, dos vícios do passado…

Mas a lição de humanidade de Denzel Washington não fica por aí. Ele vai um passo mais além. Explicou-o ao Deadline, um jornal de Hollywood. Ele disse que eles rezaram naquela noite. E acrescentou que Tyler Perry também ajudou: “Felizmente havia lá pessoas, não só eu mas outros. Tyler Perry veio imediatamente comigo”, explicou ele.

Quando lhes perguntaram o que fizeram especificamente com Will Smith, o ator respondeu: “Algumas orações. Não quero dizer aquilo de que falámos. Mas qualquer um de nós pode estar nessa situação, exceto pela graça de Deus”.

Washington canalizou o momento de crise da forma mais sábia, nomeadamente voltando-se para Deus quando se sabe humanamente que já não se pode fazer mais. Para resolver a explosão de raiva de Will Smith, que tinha sido vencida pela tentação do ódio e da violência, ele só podia recorrer a Deus para restaurar a paz. Washington fê-lo não com superioridade mas com o seu parceiro: “Quem somos nós para condenar”, disse ele.

“A única solução era a oração.”

Ele acrescentou: “Não conheço todos os meandros desta situação, mas sei que a única solução era a oração. A forma como eu o vi. Do meu ponto de vista”.

A oração afasta-nos de julgar os outros e coloca-nos ao lado deles no caminho da misericórdia e do amor de Deus.

No meio de toda a emoção que ferveu naquela noite na cerimónia do Oscar, Denzel Washington e Tyler Perry rezaram com Will Smith.

É preciso dizer que tal comportamento não é improvisado. Tyler Perry é cristão, e mesmo muitos dos seus personagens são abertamente cristãos, e ele não tem medo de o dizer publicamente na sua carreira profissional.

Quando se pensa de uma forma, é o que surge em momentos de urgência, quando parece que nem sequer se teve tempo de raciocinar. Ele e Denzel Washington rezaram com Will Smith.

82nd Annual Academy Awards
Tyler Perry em Hollywood

Agora que já passou algum tempo desde o tapa, o primeiro conselho para o futuro é estar atento aos esquemas do diabo. O segundo: assim que virmos o diabo a rondar, rezemos. A oração afasta o maligno, porque ele nunca nos poderá derrotar se estivermos unidos a Deus. A oração é mais poderosa.

De Hollywood e de uma triste polêmica vem uma lição sobre a importância da oração.

Tags:
Cinema
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia