Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 23 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Padre responde a Madonna após queixa ao Papa por excomunhão

Cantora Madonna

Denis Makarenko / Shutterstock.com

Francisco Vêneto - publicado em 10/05/22

Mas será que houve mesmo alguma excomunhão?

Alguns padres responderam à cantora Madonna após sua queixa pública ao Papa Francisco por, segundo ela própria, ter recebido três vezes a pena de excomunhão.

A artista não escreveu diretamente ao Papa, mas sim optou por chamar as atenções da mídia postando a seguinte mensagem em seu Twitter no último dia 4 de maio:

“Olá @Pontifex Francisco – Eu sou uma boa católica. Eu juro. Quer dizer, eu não juro! Já faz algumas décadas que me confessei pela última vez. Seria possível nos encontrarmos algum dia para discutir alguns assuntos importantes? Fui excomungada 3 vezes. Não acho justo. Atenciosamente, Madonna”.

Seja qual for a intenção da cantora com a postagem, os católicos sempre são convidados a pensar bem e a dar uma chance à conversão e à reconciliação, guardando a devida prudência e responsabilidade.

Entre os padres que responderam à postagem de Madonna, o pe. Matthew Schneider escreveu:

“Não sei se o Papa em pessoa pode se encontrar com você, mas eu posso buscar um padre perto de você para ajudá-la. É só me enviar uma mensagem direta se precisar de ajuda ou tiver perguntas”.

Mas houve mesmo alguma excomunhão?

Madonna provocou deliberadamente a Igreja e ofendeu publicamente a fé católica em diversas ocasiões, inclusive ridicularizando a Cruz de Cristo e Sua coroa de espinhos durante um show em 2016.

Apesar de serem atos que, no mínimo, podem ser classificados como fortemente ofensivos à sensibilidade religiosa, não se trata de ações que, por si mesmas, provoquem excomunhão “latae sententiae“, nem consta que Madonna tenha sido formalmente sentenciada por algum bispo à excomunhão “ferendae sententiae” em decorrência de algum desses atos.

A que se referem essas expressões em latim? Trata-se dos dois tipos de excomunhão descritos no Direito Canônico:

  • Excomunhão “ferendae sententiae: quando uma legítima autoridade da Igreja excomunga uma pessoa.
  • Excomunhão “latae sententiae: quando um católico executa ações pelas quais ele próprio opta por separar-se da comunhão com a Igreja, excomungando-se assim automaticamente.

O Direito Canônico elenca assim os pecados que acarretam excomunhão automática:

  • Cânon 1364: apostasia, heresia ou cisma;
  • Cânon 1367: profanação das espécies sagradas;
  • Cânon 1370: agressão física contra o Romano Pontífice;
  • Cânon 1378: absolvição do cúmplice em pecado contra o sexto mandamento;
  • Cânon 1382: consagração episcopal sem mandato pontifício;
  • Cânon 1388: violação direta do selo sacramental;
  • Cânon 1398: aborto provocado.

Caso Madonna tenha cometido algum desses atos, ela própria incorreu em excomunhão automática. A cantora não declarou quais teriam sido as alegadas “três excomunhões” que diz terem sido impostas a ela.

Como quer que seja, até o final da vida terrena há sempre tempo e oportunidades de converter-se perante Deus. É uma decisão pessoal a de aceitar o Seu perdão!

Tags:
IgrejaPapa FranciscoPerdãoRedes sociais
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia