Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 25 Setembro |
Santo Aunacário ou Aunacário
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Resenha de Imprensa: Podemos falar de “Pontifexit”?

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
POPE FRANCIS AUDIENCE VATICAN

Antoine Mekary | ALETEIA

I.Media para Aleteia - publicado em 12/05/22 - atualizado em 13/05/22

O essencial de hoje para você se manter informado. Uma seleção de artigos escritos pela imprensa internacional sobre a Igreja e as principais questões que preocupam os católicos em todo o mundo. As opiniões e pontos de vista expressos nestes artigos não são dos editores da Aleteia

Quinta-feira, 12 de Maio

1 – Sacerdote francês investiga abusos russos na Ucrânia
2 – A preocupação dos católicos e ortodoxos na Lituânia
3 – “Pontifexit”: o papado moderno rompe com o Ocidente
4 – No Sri Lanka, padres e religiosos tomam as ruas
5 – Uma interpretação teológica dos romances de Stephen King


1 – Sacerdote francês investiga abusos russos na Ucrânia

O padre Patrick Desbois é um sacerdote católico francês que é atualmente diretor do Babi Yar Memorial em Kiev. Há já algum tempo que vem acumulando provas contra soldados russos culpados de crimes de guerra. Para tal, recolhe, via Zoom, registros de execuções sumárias, testemunhos de vítimas de violação e agressão, bem como de pessoas cujos familiares foram feridos ou mortos pelos soldados de Vladimir Putin. As testemunhas comprometem-se a falar abertamente, fornecendo dados pessoais, a sua verdadeira identidade, número de telefone, endereço de correio electrónico, etc. “Estas são pessoas que desejam de todo o coração que os assassinos sejam julgados”, explica o Padre Desbois, que não tem medo de estabelecer um paralelo entre estes massacres e os perpetrados pelos nazistas contra os judeus nesta mesma região em 1941. Foi após as repercussões da descoberta de valas comuns em Boutcha que o padre francês embarcou nesta vasta missão. “Há muitos casos como o de Boutcha, infelizmente”, acrescenta, expressando a esperança de que estes testemunhos sejam utilizados em futuros processos judiciais internacionais.

Il Messaggero, italiano

O Estado báltico, que faz fronteira com o enclave russo de Kaliningrado, sente-se particularmente ameaçado pela agressividade do regime de Putin. A maioria da população da Lituânia é católica, mas existe também uma minoria ortodoxa afiliada ao Patriarcado de Moscou. Mas em Vilnius, os 120.000 ortodoxos querem romper com as garras do Kremlin. “Condenamos firmemente a guerra da Rússia contra a Ucrânia e rezamos a Deus pela sua rápida conclusão”, disse o Metropolita Inocêncio, assumindo o seu desacordo com o Patriarca Kirill sem considerar juntar-se ao rebanho do Patriarca de Constantinopla, como solicitado por alguns clérigos ortodoxos. Pelo seu lado, o episcopado católico está preocupado que os lituanos se tornem “as próximas vítimas” de Putin, e denuncia a “guerra híbrida já em curso”, nomeadamente através da pressão migratória na fronteira bielorrussa.

Settimana News, italiano

3 – “Pontifexit”: o papado moderno rompe com o Ocidente

Massimo Faggioli, historiador e académico da Igreja nos Estados Unidos, explica como o papado do Papa Francisco está “a deixar para trás a sua identificação com o Ocidente”, no que ele chama um “Pontifexit”, referindo-se à saída do Reino Unido da União Europeia. O historiador explica que esta é uma tendência que começou com a rejeição da guerra nuclear pelo Papa João XXIII em 1963 e continuou fortemente sob o comando de Bento XVI, que eliminou o título de “patriarca do Ocidente” dos títulos atribuídos ao pontífice. No entanto, o autor argumenta que o Papa Francisco foi muito mais longe. “Francisco fê-lo de um ponto de vista eclesiástico e teológico, enfatizando a descentralização, a inculturação e as periferias. Mas ele também o fez de um ponto de vista geopolítico, e isto tem sido muito visível desde o início do seu pontificado”, explica o académico italiano, citando a avaliação do Papa Francisco sobre a tensão entre a OTAN e a Rússia na guerra na Ucrânia. “A questão já não é se o catolicismo e o papado se tornarão menos europeus e mais globais. [A questão é como o papado global se relacionará com uma multiplicidade de potências mundiais e com as suas narrativas conflituosas de legitimação religioso-política”, conclui o autor.

La Croix International, inglês

4 – No Sri Lanka, padres e religiosos tomam as ruas

No meio de graves tumultos no Sri Lanka, padres e freiras uniram forças com líderes muçulmanos para combater a violência sectária na cidade predominantemente católica de Negombo. Várias empresas e veículos pertencentes a muçulmanos locais foram atacados a 10 de Maio e quatro pessoas ficaram feridas. Clérigos católicos foram para as ruas para dissuadir os desordeiros, proporcionando uma presença de manutenção da paz a altas horas da noite. A sua intervenção impediu um protesto pró-governamental. As autoridades, solidárias com a população cingalesa, estão a tentar desviar a raiva do povo face ao colapso económico, utilizando os muçulmanos como bodes expiatórios. “Todos estes ataques devem ser detidos imediatamente”, disse o Cardeal Ranjith, Arcebispo de Colombo.

UCANews, inglês

5 – Uma interpretação teológica dos romances de Stephen King

O jesuíta alemão Klaus Mertes apresenta em La Civiltà Cattolica, uma prestigiada revista jesuíta italiana ligada à Santa Sé, uma surpreendente releitura teológica da obra do escritor americano Stephen King, “considerado durante anos o mais prolífico e talvez o autor mais lido da literatura de horror”. O confronto com a violência diabólica leva à questão do salmista, que é também a de Jesus na cruz: “Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste? Os livros de Stephen King apresentam “uma luta entre o bem e o mal, entre a razão e o engano, entre a responsabilidade e o ódio, entre a ingenuidade infantil e a astúcia de Satanás”. Nas suas histórias, a resistência ao mal só pode ser alcançada através de “uma escolha moral”, diz o jesuíta alemão. A denúncia da ganância associada à sociedade de consumo também pode ser interpretada de uma forma cristã. O “triunfo de Deus sobre o mal” só pode ser alcançado através de uma livre escolha de pessoas, e da sua renúncia à armadilha fácil da “auto-redenção”.

La Civiltà Cattolica, espanhol

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
GuerraMuçulmanosPapa FranciscoResenha de Imprensa
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia