Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 07 Dezembro |
Bem-aventurado Janos Scheffler
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Resenha de Imprensa: Uma partilha não convencional de relíquias

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
CARLO ACUTIS RELIC

© Marcin Mazur/cbcew.org.uk | Catholic Church England and Wales/Flickr CC BY-NC-ND 2.0

I.Media para Aleteia - publicado em 08/06/22

O essencial de hoje para você se manter informado. Uma seleção de artigos escritos pela imprensa internacional sobre a Igreja e as principais questões que preocupam os católicos em todo o mundo. As opiniões e pontos de vista expressos nestes artigos não são dos editores da Aleteia

Quarta-feira 8 de Junho de 2022

1- A dor e a oração de um bispo após o ataque a uma igreja na Nigéria
2- O celibato sacerdotal, a experiência psicológica do padre e os abusos
3- Os cristãos iraquianos são patriotas, não infiéis, reafirma o cardeal Sako
4- A corrida do Egito para restaurar os locais bíblicos do “Caminho da Sagrada Família”
5- A partilha pouco usual das relíquias do primeiro padre católico da Coreia


1- A dor e a oração de um bispo após o ataque a uma igreja na Nigéria

“O meu primeiro sentimento foi de total incredulidade… Como pode um ser humano fazer isto? De onde veio isto?”, disse o Bispo Jude Arogundade, de Ondo, Nigéria, onde no domingo passado, na cidade de Owaluwa, pelo menos 50 fiéis foram mortos depois de homens armados terem invadido a Igreja de São Francisco Xavier. Numa entrevista ao Vatican News, o Bispo Arogundade expressou a sua incredulidade de que qualquer pessoa poderia entrar num lugar sagrado, “uma igreja, neste caso”, com a intenção de matar pessoas. No meio das famílias enlutadas e dos feridos em recuperação nos hospitais, o Bispo Arogundade tentou oferecer palavras de encorajamento. “Vamos superar isso. Esta é uma etapa. Isto também deve passar”, assegurou ele. “E teremos uma Igreja mais forte, uma Igreja melhor, uma Igreja mais bela, uma Igreja de que o mundo pode se orgulhar”. Também pediu aos fiéis que rezassem para que “a luz de Cristo brilhe nesta escuridão que paira sobre nós”.

Vatican News, inglês

Enquanto a Igreja na Itália iniciou oficialmente a sua investigação sobre os abusos no passado, o site Caffestoria entrevistou o padre Stefano Guarinelli, um psicólogo e especialista na questão dos abusos. O padre lamenta a polarização do debate sobre o celibato. Segundo ele, os problemas ligados aos abusos não vêm do sacerdócio mas “da forma como a cultura apresenta afetividade e sexualidade”. Considera que “aqueles que escolhem o celibato e vivem nesta cultura não permanecem insensíveis a certas mensagens” e passam a viver “de uma forma transgressiva ou na condição de uma vida dupla”. O celibato, acrescenta ele, pode representar “um desafio mais ou menos velado” à cultura afetiva e sexual dominante e desacreditá-lo não justifica nada. Assim, considera que não existe de fato “nenhuma ligação direta entre o celibato e os abusos”, salientando que os abusos também ocorrem muito entre as pessoas não celibatárias.

Caffestoria, italiano

3- Os cristãos iraquianos são patriotas, não infiéis, reafirma o cardeal Sako

Os cristãos no Iraque não são “infiéis” nem “politeístas”, ao contrário do que afirmam os documentos do Ministério da Educação iraquiano. Foi isto que o Cardeal Sako, Patriarca dos Caldeus, nos quis recordar energicamente numa análise que servirá de base para uma possível conferência dedicada às emergências que pesam sobre as comunidades cristãs no Oriente Médio. Como assinala a agência Fides, que teve acesso ao texto do cardeal, ele critica o fato de a Constituição iraquiana apenas citar o Islã como fonte de legislação, fornecendo assim uma base legal para práticas discriminatórias contra outros crentes. Os “cristãos”, insiste o Patriarca, “são iraquianos nativos e não uma comunidade de outro país”. Deveríamos deixar de lhes chamar “minoria”. Por outro lado, o chefe da Igreja Caldeia adverte os “partidos cristãos” que “apenas servem para fomentar o nacionalismo regional”. Em vez disso, deveriam ser verdadeiros instrumentos ao serviço da unidade e do bem de todo o país.

Fides, francês

4- A corrida do Egito para restaurar os locais bíblicos do “Caminho da Sagrada Família”

O Ministério do Turismo egípcio tem como objetivo apresentar, até o final de 2022, os 25 locais onde se diz ter ficado a Sagrada Família bíblica durante o seu exílio no Egito. O objetivo é restaurar os locais onde a fé popular já construiu memoriais; e onde não existem peças arqueológicas, o Ministério pretende utilizar a dimensão virtual e sistemas de iluminação para ajudar os visitantes a imaginar a cena, explica o coordenador do projeto. O governo quer acelerar os trabalhos de construção a fim de relançar o setor do turismo, que foi atingido pela pandemia e pela guerra na Ucrânia. Segundo a tradição, a Sagrada Família chegou ao Egito via Rafah, no nordeste do Egito, e depois percorreu 3.000 km pelo país, fazendo 25 paradas em oito províncias ou províncias do atual Egito. A sua estadia no país teria durado três ou quatro anos. O Ministério do Turismo egício tem vindo a trabalhar desde 2014 no desenvolvimento dos sítios ao longo da sua rota, na esperança de ter todos os locais incluídos na Lista do Património Mundial da UNESCO.

CBS News, inglês

5- A partilha pouco usual das relíquias do primeiro padre católico da Coreia

Parte dos restos mortais de Santo Andrew Kim Tae-gon, o primeiro padre indígena católico coreano – que morreu mártir em 1846 – tem sido insidiosamente partilhado pelas igrejas católicas locais e por indivíduos durante décadas. Estes fragmentos de relíquias estão dispersos por cerca de 200 instituições e clérigos, e são agora difíceis de localizar. Isto de acordo com uma investigação em curso pela Arquidiocese de Seul, que admite que deveria ter seguido os restos sagrados de forma mais adequada. A investigação reina uma controvérsia sobre a preservação e transacção das relíquias de santos católicos. O paradeiro dos restos mortais físicos de Santo André Kim Tae-gon tem estado na ribalta desde que um fragmento da sua coluna vertebral foi oferecido para venda numa plataforma de comércio electrónico online em Março. Uma prática proibida pelo Código de Direito Canónico.

Yohnap, inglês

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
BíbliaResenha de ImprensaSantos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia