Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 08 Agosto |
São Domingos de Gusmão
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Nossa Senhora, a mulher humilde e grandiosa em Lucas

IMMACULATE HEART OF MARY

meunierd | Shutterstock

Vanderlei de Lima - publicado em 17/07/22

Que Nossa Senhora, em sua humilde grandeza, interceda a Deus por todos nós

São Lucas, o evangelista da misericórdia, pode, a justo título, ser considerado o pai da Mariologia, dado o modo como trata Maria nos capítulos 1 e 2 do seu Evangelho.

Ele inicia os seus relatos com o anúncio de dois nascimentos – o de João Batista (1,5-25) e o de Jesus (1,26-38) – para, em seguida, descrever esses nascimentos (1,57-2,52). Não nos esqueçamos também de que, no final do capítulo 1, aparece a visita de Maria a Isabel e o Magnificat (vv. 39-56). Mais: tanto João (1,58-80) quanto Jesus (2,1-20) são circuncidados e crescem. Jesus ainda surge, no templo, aos doze anos (2,41-52).

Esses relatos nos trazem algumas importantes lições, pois realçam ser Cristo maior que João e Nossa Senhora mais importante que Zacarias e Isabel, os pais de João: a) Zacarias é irrepreensível (1,6), mas Maria é plena de graça (1,28-30). Está em foco a Lei de Moisés, em Zacarias, e a Graça divina, em Maria, segundo Jo 1,17. b) Zacarias sofre punição por interrogar o anjo (1,18), já Maria pode indagá-lo (1,34). c) o anúncio do anjo a Zacarias termina com o silêncio imposto pelo mensageiro de Deus; Maria, ao contrário, no final do anúncio, se entrega à vontade do Pai (1,38). d) Isabel dá ação de graças (1,25), mas só a Virgem Santíssima exulta no Magnificat (1,47-55). Como se vê, são oito quadros que, segundo os antigos (7+1), indicam a perfeição (cf. Dom Estêvão Bettencourt, OSB. Curso de Mariologia. Rio de Janeiro: Mater Ecclesiae, 1997, p. 13).

Chama também a atenção, em Lucas, as referências às Escrituras: 1) Daniel 9,24-26, trata das 70 semanas. Ora, em Lc 1,26-36, há referência ao sexto mês (180 dias), em 2,7, narra-se o nascimento do Senhor nove meses depois do anúncio (270 dias) e, em 2,22, o menino-Deus é apresentado no templo (40 dias). Deste modo, 180+270+40 = 490 dias ou 70 semanas. 2) Jesus entra no templo de Jerusalém para realizar a obra de Deus como Lhe é atribuída pelo profeta Malaquias 3,1-4. Nota-se ainda que há correspondência entre Ml 2,6-3,1 e Lc 1,16-17: João é o precursor e Jesus é Deus. 3) Já Sofonias 3,14-18 tem sua repercussão em Lc 1,28-33: Maria é a filha de Sião por excelência; nela Deus feito homem faz Sua morada. Ela O concebe, gesta e dá à luz. O menino que nasce é mais do que um messias; é Deus, o rei teocrático salvador do seu povo; 4) 2 Samuel 7,12-16 ressoa outrossim em Lc 1,32-33, uma vez que, no A.T., Natã prometeu a Davi, num trono firme e eterno, um descendente. 5) Êxodo 40,35 tem sua aplicação em Lc 1,35, pois Maria é a Arca da Aliança ou o tabernáculo do Altíssimo que visita Isabel (cf. 2Sm 6,2-11).

Aqui um problema se impõe: a genealogia de Lucas (3,23-38) é diferente da de Mateus (1,1-17). Dom Estêvão Bettencourt nos socorre. Nota ele que “São José terá sido filho de Jacó, mas haverá sido adotado por Heli, de modo a também ser considerado filho desse varão. Ora, São Mateus ter-nos-ia transmitido os ascendentes de José por via de seu pai real, enquanto São Lucas haveria seguido a linha do pai adotivo de José” (Parábolas e páginas difíceis do Evangelho. Rio de Janeiro: Mater Ecclesiae, 1991, p. 155). 

Mais: “Enquanto a lista de Mateus situa Jesus unicamente no interior do povo de Israel, a de Lucas marca a sua ligação com toda a humanidade” (A. George. Leitura do Evangelho segundo Lucas. São Paulo: Paulinas, 1982, p. 24). Bento XVI ressalta ainda que Gabriel não saúda a Virgem com o Shalom (A paz esteja contigo), do hebraico, mas com o grego Khaire (Alegra-te ou Ave). “Nessa palavra do anjo, abre-se imediatamente também a porta para os povos do mundo; tem-se uma alusão à universalidade da mensagem cristã” (A infância de Jesus. São Paulo: Planeta, 2012, p. 30-31).

Por fim, cabe notar que a Virgem Maria é a pessoa mais elogiada na Bíblia. De fato, em Lc 1,28, ela é Kecharitoméne (repleta do favor divino); em 1,29, o Senhor está com Ela; em 1,35, o Espírito Santo virá sobre Ela; em 1,42, é a mais bendita entre todas as mulheres; em 1,43, Maria é mãe de Deus (Kyrios); n’Ela foram realizadas grandes coisas (1,49), por isso, as gerações a chamarão de bem-aventurada (1,48). 

Que Nossa Senhora, em sua humilde grandeza, interceda a Deus por todos nós. Amém.

Tags:
BíbliaMariaNossa Senhora
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia