Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 08 Agosto |
São Sisto II
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Segue o inferno na Nigéria: mais um padre assassinado; outro escapa dos sequestradores

Inferno na Nigéria: violência contra cristãos só cresce

East News

Francisco Vêneto - publicado em 20/07/22 - atualizado em 20/07/22

É clamorosa a longa onda de violência anticristã no país mais populoso da África, sob o silêncio criminoso da ONU

Prossegue o inferno da violência anticristã na Nigéria: mais um padre foi assassinado e outro teve de escapar sozinho dos sequestradores.

A vítima fatal dos criminosos foi o pe. John Mark Cheitnu. Já o pe. Donatus Cleophas conseguiu fugir do cativeiro na última sexta-feira, 15. A notícia foi confirmada nesta terça, 19, pelo chanceler da diocese de Kafanchan, pe. Emmanuel Uchechukwu Okolo.

O chanceler também qualificou o assassinato do pe. John como “espantoso”. O sacerdote havia sido raptado da paróquia de Cristo Rei na cidade de Lere, no estado de Kaduna. Ele foi morto no mesmo dia do sequestro, sexta-feira passada, 15, mas o corpo só foi encontrado nesta terça, 19.

O sacerdote assassinado era presidente da Associação Cristã da Nigéria em Jema’a e em Kaduna do Sul, além de diretor de comunicações da diocese de Kafanchan e pároco da igreja de St. James Fon, na cidade de Jema’a. Seu sepultamento será nesta quinta, 21, na catedral de São Pedro de Kafanchan.

A diocese declarou dois dias de luto, pediu orações pelo eterno descanso do sacerdote e consolação divina para a sua família, ao mesmo tempo em que cobrou justiça das autoridades – que, diga-se de passagem, têm-se mostrado absurdamente incompetentes e criminosamente omissas diante de uma onda de violência anticristã que varre o país, impunemente, há anos.

Só em 2022, já são 20 padres nigerianos sequestrados, dos quais 4 foram assassinados. Os ataques de criminosos armados contra igrejas e povoados cristãos se multiplicam, acumulando outras dezenas de mortes e milhares de pessoas apavoradas, com suas casas invadidas ou incendiadas e vendo-se forçadas a abandonar tudo e mudar-se para outras regiões sem qualquer planejamento ou estrutura.

A fundação cristã britânica Christian Solidarity Worldwide descreveu o estado nigeriano de Kaduna como “um epicentro de sequestro e violência por atores não estatais”, mas é clamoroso e criminoso o silêncio da ONU e da assim chamada “comunidade internacional” diante da interminável e sangrenta onda de cristofobia no país mais populoso da África.

Tags:
ÁfricaPadresPerseguiçãoViolência
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia