Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 12 Agosto |
Santa Joana Francisca de Chantal
Aleteia logo
Cultura & Viagem
separateurCreated with Sketch.

A história da capela de São Miguel que escapou “milagrosamente” de um incêndio

BRASPARTS-CHAPELLE-INCENDIE-AFP-000_32EU6W2.jpg

AFP

Elisabeth Bonnefoi - publicado em 25/07/22

Com vista para uma paisagem devastada pelo fogo, a capela de São Miguel de Brasparts é, mais do que nunca, um símbolo da luta contra o mal

A capela de São Miguel em Brasparts (Departamento de Finistère, na França) foi cercada pelas chamas na segunda-feira, 18 de julho de 2022, mas o fogo parou milagrosamente a poucos metros dela. Isso, certamente, se deve ao notável trabalho dos bombeiros, mas também se pode pensar que o Espírito Santo soprou favoravelmente nas laterais do Monte Saint-Michel. 

Durante algumas horas, esta pequena capela situada no Parque Natural Regional do Armorique e muito estimada aos bretões esteve no centro da luta para extinguir um incêndio florestal desenfreado.

O Monte Saint-Michel, “Menez Mikael” em bretão, é um dos pontos mais altos da região – a 360 metros do nível do mar. O local tem uma paisagem selvagem, marcada por charnecas de urze (rosa quando estão em flor), pântanos e o lago de Brennilis. É uma terra de lendas, névoa e turfa.

A capela de São Miguel de Brasparts

Um lugar de devoção

Este era um local de culto para os druidas. A primeira capela católica foi construída ali em 1.674. Foi consagrada em 29 de setembro de 1.677, dia de São Miguel. 

Depois da Revolução Francesa ficou em ruínas, mas continuou a ser um local de devoção. A piedade dos paroquianos de Brasparts justificou a sua reconstrução entre 1.820 e 1.821. A porta poente foi renovada e a torre do sino do século XVII foi reposta. A capela passou por uma restauração em 1.892 e, novamente, em 1.945.

Feita de granito, a igrejinha recebe visitantes há séculos. Os camponeses vão implorar a São Miguel o tempo bom durante a colheita ou a cura para um parente ou amigo doente. No início do século XX, os peregrinos podiam ser vistos andando descalços pelo lugar para pagar promessas. 

A festa de São Miguel

Entre 1.915 e 1.918, a festa de São Miguel de Brasparts foi particularmente popular entre os peregrinos que iam até o local rezar pela paz e pelo retorno dos soldados. A festa ainda é comemorada todos os anos. 

Sempre aberta

Há dias em que o vento sopra tão forte que só se pode entrar na capela pela pequena porta lateral. Mas a igrejinha está sempre aberta! Acolhe mais de 150.000 visitantes por ano.

Enfim, a capela de São Miguel de Brasparts sempre sobreviveu a ventos, fogos e marés, afinal, não foi São Miguel que matou o dragão? 

Tags:
FrançaigrejasViagem
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia