Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 03 Dezembro |
São Birino de Dorchester
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Resenha de Imprensa: CEO da Apple encontra-se com o Papa Francisco

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
000_32KL7Q8-1.jpg

AFP

Le pape François et Tim Cook, PDG d'Apple, le 3 octobre 2022.

I.Media para Aleteia - publicado em 04/10/22

O seu resumo das principais notícias do dia. Uma seleção de artigos escritos pela imprensa internacional sobre a Igreja e as principais questões que preocupam os católicos em todo o mundo. As opiniões e pontos de vista expressos nestes artigos não são dos editores da Aleteia

Terça-feira, 4 de Outubro de 2022

  1. Tim Cook, CEO da Apple, encontra-se com o Papa Francisco
  2. A Ordem de Malta e as atribuições do Grão-Mestre
  3. Igreja russa diz que as relações com o Vaticano estão congeladas
  4. Cardeal Koch cancela a viagem à Alemanha
  5. Em Portugal, questionamentos sobre o Bispo Ximenes Belo, Prêmio Nobel da Paz

1Tim Cook, CEO da Apple, encontra-se com o Papa Francisco

O Papa Francisco recebeu pela segunda vez o CEO da Apple, o americano Tim Cook, a 3 de Outubro. A sua primeira reunião no Vaticano teve lugar em Janeiro de 2016. Como é habitual, a audiência foi privada entre o pontífice argentino e o CEO da marca Apple, empresa cotada na bolsa a mais de 3 trilhões de dólares. Mas é sabido que o Papa está interessado em encontrar-se com os líderes da economia digital.

Em Junho passado, recebeu Elon Musk, o chefe excêntrico de Tesla e da Space X. Em 2016, Mark Zuckerberg, o fundador do Facebook, e Eric Schmidt, do Google, também vieram ao Vaticano. Talvez seja uma forma do pontífice argentino partilhar os seus receios e esperanças para o futuro do mundo digital.

O site NCRegister explica que Tim Cook, antes de ver o papa, esteve em Nápoles onde falou a estudantes sobre “inteligência artificial” e “realidade expandida”. Para ele, estas tecnologias irão incidir ainda mais na vida quotidiana das pessoas. E o entusiasmo do chefe da Apple com esta nova era não é necessariamente partilhado por Francisco. Em Novembro de 2020, o papa argentino pediu para rezar especialmente para que “o progresso da robótica e da inteligência artificial esteja sempre ao serviço dos seres humanos”. Acrescentou: “podemos dizer: ‘ser humanos'”. Isto é sem dúvida o que ele recordou ontem a Tim Cook.

NCRegister, inglês


2A Ordem de Malta e as atribuições do Grão-Mestre

Numa entrevista ao website Cicero, o jornalista alemão Constantin Magnis, autor de um livro sobre a crise da Ordem de Malta, lança uma nova luz sobre a imposição da nova constituição da Ordem pelo Papa Francisco, que ele vê como o resultado de uma longa luta de poder dentro da Ordem entre os alemães mais ricos e mais poderosos, aliados com os suíços, os ingleses e os franceses, por um lado, e os italianos, os americanos e os “professos” (os religiosos da Ordem), por outro.

O primeiro campo, apoiando-se na importante rede alemã de “Maltesers”, defendeu uma direção mais secular da Ordem, centrada unicamente na sua missão humanitária. Os alemães questionavam constantemente a forma como a Ordem era governada, confiada apenas a cavaleiros professos. “Alguns deles ainda vivem de forma tão principesca no Palácio Magistral romano, como se a Revolução Francesa nunca tivesse acontecido”, diz Constantino Magnis, referindo-se a rumores pouco lisonjeiros sobre eles.

A reforma empreendida por Francisco, ele acredita, dá-lhes ainda mais poder, enquanto que o campo alemão apelava a uma verdadeira descentralização. “O poder do Grão-Mestre já não tem quaisquer barreiras”, disse ele. Graças à “muito boa pressão dos italianos”, o Papa acompanhou-os, particularmente porque foi desencorajado pela riqueza dos alemães. A partir daí, teria dado plenos poderes a um campo onde o tradicionalismo italiano está aliado ao conservadorismo americano, um paradoxo, segundo o jornalista. Isto pode ser explicado pelo passado do Papa, que se diz ter tido “um episódio” na Argentina com membros da Ordem que tentaram “derrubá-lo” quando ele era Arcebispo de Buenos Aires.

A aproximação da Ordem ao Vaticano, aquela agora reduzida a uma ordem religiosa centralizada, torna o seu futuro precário. Pois, diz ele, “se as coisas correrem mal, ele [o Vaticano] pode sempre engolir a Ordem inteira”.

Cicero, alemão


3E TAMBÉM NA IMPRENSA INTERNACIONAL…

Igreja russa diz que as relações com o Vaticano estão congeladas

“Nos últimos tempos, infelizmente, devo dizer que as nossas relações estão praticamente congeladas”, disse o “Ministro dos Negócios Estrangeiros” do Patriarcado de Moscou, o Metropolita Anthony, sobre um programa Rússia-24.

Interfax, inglês

Cardeal Koch cancela a viagem à Alemanha

O chefe do Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos cancelou uma viagem à Alemanha após reações negativas – inclusive dos bispos – à sua declaração sobre o Sínodo Alemão.

The Pillar, inglês

Em Portugal, questionamentos sobre o Bispo Ximenes Belo, Prêmio Nobel da Paz

Os bispos portugueses pediram desculpa pelos episódios de abusos de clérigos no passado. Um momento delicado no qual surgem as revelações sobre o Bispo Ximenes Belo, relata The Washington Post.

The Washington Post, inglês

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
DiálogoGuerraResenha de Imprensatecnologia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia