Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 03 Dezembro |
São Birino de Dorchester
Aleteia logo
Curiosidades
separateurCreated with Sketch.

O mistério das clarissas mumificadas em um mosteiro na Itália

CLARISSE

Clarisse Eremite Fara Sabina

Maria Paola Daud - publicado em 31/10/22

Uma história de mais de 400 anos que continua surpreendendo a todos

No mosteiro das Clarissas eremitas, na cidade de Fara Sabina (Itália), estão as anfitriãs de honra: 17 freiras cujos corpos foram encontrados intactos.

O mistério das clarissas mumificadas começa em 1806 com a promulgação do edito napoleônico Saint Cloud, no Reino da Itália.

O edito estabelecia que os sepultamentos deveriam ocorrer fora dos muros da cidade, em locais ensolarados e ventilados. Isso porque os estudos científicos da época diziam que os túmulos dentro da cidade causavam doenças e epidemias.

Além disso, todas as sepulturas tinham que ser iguais, a fim de evitar discriminação. Para o ilustre falecido, havia uma comissão de magistrados para decidir o que deveria ser esculpido no epitáfio da lápide.

Esse documento teve, portanto, dois motivos básicos: um higiênico-sanitário e outro ideológico-político.

Desta forma, seguindo a determinação de Saint Cloud, as clarissas foram obrigadas a desenterrar os corpos de suas irmãs do cemitério particular e transferi-los para os arredores da cidade.

Foi quando elas tiveram uma grande surpresa: 17 corpos estavam intactos e com as musculaturas ilesas.

Diante da cena, as religiosas preferiram conservar os corpos, colocando-os dentro de uma parede do mosteiro.

Facebook | Clarisse Eremite Fara Sabina

A segunda Guerra Mundial

No fim da Segunda Guerra Mundial, os aliados bombardearam boa parte do mosteiro.

Em 1963, a madre abadessa Beatrice Mistretta, decidiu mudar as regras rígidas das clarissas, que viviam em completo silêncio (era completamente proibido se expressar com palavras). Juntas, as irmãs reconstruíram o mosteiro danificado pelo bombardeio.

E junto com suas irmãs ela parte para reconstruir o mosteiro, sendo elas próprias carpinteiras e pedreiras.

Facebook | Clarisse Eremite Fara Sabina

E, novamente, a grande surpresa: durante os trabalhos de reconstrução, os corpos das 17 irmãs reapareceram entre a alvenaria. Eles estavam igualmente intactos. Ou seja: nem as bombas conseguiram prejudicá-los.

Exame com Carbono 14

Os corpos das clarissas passaram por uma análise com carbono 14, o que confirmou sua idade: meados do século XVII, coincidindo precisamente com a data de fundação do mosteiro.

Em 1994, as clarissas decidiram colocar os corpos numa urna de vidro. Antes, porém, vestiram os cadáveres e nenhum corpo se desfez.

Atualmente, as irmãzinhas costumam rezar junto com suas irmãs de quatro séculos. Muitos podem dizer que é um ato um tanto macabro, mas na verdade é um ato de fé.

Tags:
freirasMorteReligiosos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia