Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 27 Janeiro |
São João Maria, chamado Muzei ou Ancião
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Direto do Vaticano: queda dos websites do Vaticano; hackers?

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
PAPIEŻ FRANCISZEK

VINCENZO PINTO/AFP/East News

Papież Franciszek składa kosz kwiatów u stóp figury Maryi Niepokalanej na Placu Hiszpańskim.

I.Media para Aleteia - publicado em 01/12/22

Seu Boletim Direto do Vaticano de 1 de dezembro de 2022

  1. O Vaticano detecta “atividade anormal” em queda de seus websites
  2. A unidade dos cristãos é uma “prioridade urgente para o mundo”, escreve o Papa ao Patriarca de Constantinopla
  3. O retorno oficial do Papa à Praça da Espanha para a homenagem a Maria em 8 de dezembro

1O Vaticano detecta “atividade anormal” em queda de seus websites

Por Cyrpien Viet e Hugues Lefèvre: Os websites do Vaticano ficaram temporariamente inacessíveis na tarde de 30 de novembro de 2022. Contatado por I.MEDIA, o chefe da sala de imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni, confidenciou que “atividade anormal” havia sido detectada.

No início da tarde, era impossível consultar os websites do Vaticano. Por mais de uma hora, observou I.MEDIA, o acesso aos portais Vatican News e Vatican.va, assim como aos sites dos Museus e dicastérios do Vaticano, foi negado. Eles estavam devolvendo uma mensagem de erro 504 ou 404.

O Vatican News, que fornece informações em cerca de 50 idiomas, foi capaz de retomar a atividade à tarde. Mas mesmo às 18:50, o site do Vatican.va permaneceu indisponível. É neste site que estão hospedados todos os arquivos de discursos, mensagens, homilias, encíclicas e outras declarações dos papas.

“O site vatican.va permanece temporariamente indisponível. As investigações técnicas estão em andamento devido a tentativas anormais de acesso ao site”, disse Matteo Bruni a I.MEDIA, que não tem mais informações sobre a origem dessas tentativas.

De acordo com nossas informações, parece que o evento desta tarde não danificou os arquivos contidos nos sites do Vaticano. Além disso, os e-mails dos funcionários do Vaticano estavam funcionando.

Algum precedente na história digital recente do Vaticano?

Uma fonte interna do Vaticano diz que os sistemas informáticos do menor estado do mundo foram objeto de ataques em várias ocasiões nos últimos anos, como pode ser o caso de outras estruturas estatais. Em julho de 2020, uma empresa americana de cibersegurança publicou um relatório sobre um suposto ataque de espionagem cibernética chinesa contra o Vaticano.

Segundo o relatório, uma falsa carta de condolências alegando ter sido enviada pelo Cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado da Santa Sé, sobre a morte de um bispo chinês, foi utilizada em um ataque de hackers contra o pequeno Estado.

Os pesquisadores disseram ter “descoberto uma campanha de espionagem cibernética atribuída a um suposto grupo hacker chinês patrocinado pelo Estado, chamado RedDelta”, com o objetivo de descobrir a posição de negociação da Santa Sé antes da renovação do acordo sobre as nomeações episcopais em setembro de 2020.

Um diplomata em Roma, que conhece bem o assunto, disse a I.MEDIA que havia realmente havido um ataque cibernético naquele verão, “supostamente chinês”. Ele confidenciou que o Vaticano tinha “tomado consciência” do problema desde então.


2A unidade dos cristãos é uma “prioridade urgente para o mundo”, escreve o Papa ao Patriarca de Constantinopla

Por Hugues Lefèvre: Na festa do Apóstolo André, santo padroeiro do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla, o Papa Francisco escreveu uma carta a Bartolomeu na qual recordava a necessidade de restabelecer “a comunhão entre todos os crentes em Jesus Cristo”, em 30 de novembro. Ele também saudou os progressos feitos nesta direção pela Igreja Católica e pelo Patriarcado Ecumênico.

“A plena restauração da comunhão entre todos os crentes em Jesus Cristo é um compromisso irrevogável para cada cristão, porque a unidade de todos não é apenas a vontade de Deus, mas uma prioridade urgente no mundo de hoje”, salientou o Papa Francisco em sua tradicional mensagem enviada ao Patriarca de Constantinopla no dia de Santo André.

O Papa Francisco encoraja uma maior reflexão sobre as razões históricas e teológicas para as divisões. Este estudo deve “ser desenvolvido em um espírito que não seja polêmico nem apologético, mas marcado por um diálogo autêntico e abertura mútua”.

Deve também reconhecer “que as divisões são o resultado de ações e atitudes pecaminosas que dificultam a ação do Espírito Santo”. A restauração da unidade cristã passa assim por “acordos assinados”, mas também pela “fidelidade à vontade do Pai e pelo discernimento dos sussurros do Espírito”.

Em sua carta, o Papa Francisco também menciona as muitas áreas em que a Igreja Católica e o Patriarcado Ecumênico “trabalham juntos para o bem comum da família humana”. Ele menciona a salvaguarda da criação, a defesa da dignidade de cada pessoa, a luta contra as formas modernas de escravidão e a promoção da paz.

Finalmente, o diálogo inter-religioso é para o pontífice argentino “uma das áreas mais frutíferas desta cooperação”. Ele menciona seu último encontro com Bartolomeu no Reino do Bahrein, no início de novembro, por ocasião do Fórum para o Diálogo, Leste e Oeste para a Coexistência Humana.

Desde o início do pontificado de Francisco, os dois homens já se encontraram cerca de 15 vezes. O Papa disse que ele devia muito a seu “irmão” Bartolomeu pela elaboração da encíclica Laudato si’ sobre o meio ambiente e a salvaguarda da casa comum, um tema sobre o qual o patriarca tem trabalhado extensivamente.


3O retorno oficial do Papa à Praça da Espanha para a homenagem a Maria em 8 de dezembro

Por Anna Kurian: Após dois anos de interrupção devido à pandemia, o Papa Francisco voltará à tradicional homenagem da cidade de Roma à Virgem Maria no dia 8 de dezembro na Piazza di Spagna. A Santa Sé disse em 30 de novembro que o pontífice estaria lá às 16h.

O Bispo de Roma participará, portanto, mais uma vez oficialmente desta tradição, que se realiza a cada 8 de dezembro para a festa da Imaculada Conceição, um feriado bancário na Itália desde 1854. Desde o pontificado de João XXIII, os papas têm ido todos os anos à Piazza Mignanelli – ao sul da Piazza di Spagna – para realizar um ato de devoção aos pés da coluna de 12 metros de altura, sustentando uma estátua da Virgem.

Antes de sua chegada, o Bispo de Roma é normalmente precedido pelos representantes das diversas corporações da sociedade romana. Também é costume que os bombeiros usem a grande escada de seu caminhão para colocar uma coroa de flores em um braço da estátua de Maria.

Em 2020 e 2021, para evitar encontros e qualquer risco de contágio no Covid-19, o Papa Francisco não participou do evento público, mas foi em privado, sozinho, ao amanhecer. Ele colocou uma cesta de rosas brancas ao pé da coluna no coração histórico de Roma e depois realizou um breve momento de oração.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
Direto do VaticanoMariaVaticano
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia