Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 22 Fevereiro |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Maria teve a ajuda de uma parteira no nascimento de Jesus?

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Maria com o Menino Jesus proporciona reflexão sobre o mistério do Natal

Renata Sedmakova | Shutterstock

Philip Kosloski - publicado em 21/12/22

O que exatamente aconteceu naquela noite sempre permanecerá um mistério. Entretanto, evidências bíblicas e históricas podem ajudar a lançar um pouco de luz sobre o acontecimento que mudou o mundo

Quando imaginamos a cena do nascimento de Jesus, naturalmente pensamos em Maria e José sozinhos em um estábulo, com animais ao redor. Esta imagem é, geralmente, precedida por um José preocupado, que chega a Belém no meio da noite e não encontra lugar para eles na hospedaria.

Devemos considerar, entretanto, que Maria e José já estavam em Belém há alguns dias. Lucas nos diz claramente:

Nenhum senso de urgência está presente no texto, o que torna provável que Maria e José tivessem tempo suficiente para se preparar para o parto e procurar uma parteira local.

As parteiras

As parteiras existem há milhares de anos e são até mencionadas no Antigo Testamento:

“O rei do Egito dirigiu-se, igualmente, às parteiras dos hebreus (uma se chamava Sefra e a outra, Fua) e disse-lhes: ‘‘Quando assistirdes às mulheres dos hebreus, e as virdes sobre o leito, se for um filho, matai-o; mas se for uma filha, dei­xai-a viver’’. Mas as parteiras temiam a Deus, e não executaram as ordens do rei do Egito, deixando viver os meninos.”
Êxodo, 1 – Bíblia Católica Online

Leia mais em: https://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/exodo/1/

Êx 1, 15-17

Teria sido estranho José estar sozinho com Maria no nascimento de Jesus. Embora José tivesse grande fé em Deus e confiasse que Jesus seria o Messias, os homens naquela época não eram preparados para ajudar as mulheres nos partos. 

Somado a esse conhecimento histórico, um texto antigo do Proto-Evangelho de Tiago conta a história de uma parteira que teria testemunhado o nascimento de Jesus:

“Então a parteira se pôs a caminho junto com ele [José]. Ao chegar à gruta, pararam, e eis que esta estava sombreada por uma nuvem luminosa. Exclamou a parteira: — Minha alma foi engrandecida, porque meus olhos viram coisas incríveis, pois que nasceu a salvação para Israel. De repente, a nuvem começou a sair da gruta e dentro brilhou uma luz tão grande que seus olhos não podiam resistir. Esta, por um momento, começou a diminuir tanto que deu para ver o menino que estava tomando o peito da mãe, Maria. A parteira então deu um grito, dizendo: — Grande é para mim o dia de hoje, já que pude ver com meus próprios olhos um novo milagre. Ao sair a parteira da gruta, veio ao seu encontro Salomé. — Salomé, Salomé! — exclamou. — Tenho de te contar uma maravilha nunca vista. Uma virgem deu à luz; coisa que, como sabes, não permite a natureza humana.”

Embora o texto não seja considerado canônico, ele aponta para uma realidade histórica que provavelmente era verdadeira. Fazia sentido que José procurasse uma parteira. Se ela ajudou Maria no parto ou não é outra questão, mas os serviços de uma parteira também se estendiam aos cuidados com o recém-nascido.

Antigos ícones ortodoxos e bizantinos lembram essa verdade e alguns apresentam a parteira de Maria no canto do ícone, banhando o Menino Jesus.

Enfim, o que exatamente aconteceu naquela noite maravilhosa sempre permanecerá um mistério. Entretanto, evidências bíblicas e históricas podem ajudar a lançar um pouco de luz sobre o nascimento que mudou o mundo.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
BíbliaJesusMariaNatalReligiãosalvacao
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia