Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 04 Fevereiro |
Santo Eutíquio de Roma
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Pelé: “Deus me deu o privilégio de falar com três Papas”

Pelé é recebido por Bento XVI em 2005 na Alemanha

AFP

Pelé foi recebido por Bento XVI em 2005, na Alemanha

Ricardo Sanches - publicado em 30/12/22

"Parece que a gente está falando mais perto de Cristo quando é abençoado pelo Papa", declarou o maior jogador de futebol de todos os tempos

A morte de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, gerou comoção no mundo inteiro. Não é para menos: o planeta perdeu o maior jogador de futebol de todos os tempos.

O católico encantava a todos com seu dom de jogar bola como nenhum outro atleta. “Deus me deu o dom de saber jogar futebol, porque realmente é só um dom de Deus”, declarou o brasileiro em entrevista ao jornal L’Osservatore Romano, em 9 de julho de 2009.

Na mesma entrevista, o craque afirmou: “De certos valores tive ainda o privilégio de falar com três Papas.”

De fato, Pelé conheceu pessoalmente três Papas – dois deles já santos.

Pelé e os Papas

Em 1966, Pelé foi recebido por Paulo VI no Vaticano. O jogador e sua primeira esposa passavam a lua-de-mel na Itália e receberam a bênção do Papa que foi canonizado em 2018.

Depois, em 1978, o craque foi recebido por João Paulo II, o Papa e agora santo que também foi um grande apreciador dos esportes.

Já em 2005, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, Bento XVI se encontrou com Pelé na Alemanha. O jogador recebeu o título de embaixador do evento. “Parece que a gente está falando mais perto de Cristo quando é abençoado pelo Papa. Ele pegou nas minhas mãos e falou assim: ‘O esporte é muito importante para o ser humano'”, declarou o atleta na época.

Pelé é recebido por Bento XVI em 2005 na Alemanha
Pelé foi recebido por Bento XVI em 2005, na Alemanha.

Maradona ou Pelé?

Pelé não teve a oportunidade de se encontrar com o Papa Francisco. Entretanto, o pontífice argentino sempre se referia – com muito bom humor – a Edson Arantes do Nascimento. Quando encontrava algum brasileiro, perguntava, em tom de brincadeira: “Quem é melhor: Maradona ou Pelé?”

Em 2014, Pelé enviou a Francisco uma rara camiseta da seleção brasileira autografada. O presente foi entregue ao Pontífice pela então presidente Dilma Rousseff.

Ex-presidente do Brasil Dilma Rousseff entregou a Francisco uma camiseta autografada por Pelé em 2014.
footballer Pele during the inauguration of the Pele Museum
Leia também:A fé do Rei Pelé
Tags:
BrasilEsporteMortePapa
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia