Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 17 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Antes da JMJ, Papa Francisco pede aos jovens que visitem um idoso

Pope-Audience-June-07-2023

Antoine Mekary | ALETEIA

#image_title

I. Media - publicado em 16/06/23

"Deus quer que os jovens encantem os corações dos idosos e tirem sabedoria de suas experiências", diz o pontífice

“O Senhor deseja que não deixemos os idosos sozinhos, que não os releguemos às margens da vida”, escreve o Papa Francisco em sua mensagem para o 3º Dia Mundial dos Avós e dos Idosos, que será celebrado no domingo, 23 de julho de 2023, poucos dias antes da JMJ em Lisboa. No entanto, em um sinal das incertezas que cercam a saúde e a agenda do pontífice, o comunicado de imprensa emitido pelo Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida em 15 de junho não menciona mais a missa que ele deveria presidir nessa ocasião.

Ao refletir sobre o encontro entre Maria e Isabel no Evangelho de Lucas, o papa de 86 anos escreve que “o Espírito Santo abençoa e acompanha todo encontro frutífero entre diferentes gerações, entre avós e netos, entre jovens e idosos”, ele insiste. “Deus quer que os jovens encantem os corações dos idosos e tirem sabedoria de suas experiências”, enfatiza.

O Papa reiterou seu apego ao vínculo intergeracional, enfatizando que “as maiores realidades e os mais belos sonhos não se realizam em um instante, mas por meio do crescimento e do amadurecimento: no caminho, no diálogo, nos relacionamentos”.

Ele nos lembra que “aqueles que se concentram apenas no imediato, em suas próprias vantagens a serem obtidas rápida e avidamente, no ‘tudo e agora’, perdem de vista a ação de Deus”. Para os mais jovens, o desafio é “ir além do imediato, onde a realidade virtual nos prende e muitas vezes nos distrai da ação concreta”. Para as pessoas mais velhas, “é uma questão de não insistir nas forças enfraquecidas e não lamentar as oportunidades perdidas”.

Um “sinal delicado de esperança” para a geração mais velha

O “plano de amor” de Deus “abrange o passado, o presente e o futuro, abraçando e ligando gerações”, insiste Francisco, renovando seu apelo para respeitar os idosos, entre os quais ele se inclui. “Vamos honrá-los, não vamos nos privar de sua companhia, não vamos privá-los da nossa, não vamos permitir que sejam rejeitados!”

Vendo este Dia Mundial como um “delicado sinal de esperança” para os idosos, o Papa pede particularmente aos jovens que estão se preparando para ir à JMJ que reservem um tempo para visitar seus avós ou uma pessoa idosa que vive sozinha. “Sua oração o protegerá e você levará em seu coração a bênção desse encontro”, insiste o Papa Francisco.

Francisco também pede aos idosos que rezem por esses peregrinos. “Esses jovens são a resposta de Deus aos seus pedidos, o fruto do que vocês semearam, o sinal de que Deus não abandona o seu povo, mas sempre o rejuvenesce com a imaginação do Espírito Santo”, insiste o Papa.

Para marcar o Dia, o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida também está convidando dioceses, paróquias, associações e comunidades a celebrarem missas com os avós e os idosos, com um convite especial aos jovens para visitarem idosos isolados.

Ao contrário de um anúncio feito em 13 de abril, o comunicado à imprensa não menciona mais uma missa presidida pelo Papa Francisco na Basílica de São Pedro para marcar o Dia. Após sua operação de 7 de junho para tratar de uma hérnia intestinal, a agenda do Papa Francisco nas próximas semanas provavelmente será consideravelmente reduzida para mantê-lo em forma para sua visita a Portugal, programada para 2 a 6 de agosto.

Tags:
IdososJMJPapa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia