Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 23 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Quem eram os gentios de que fala a Bíblia?

Basílica de São Paulo

Shutterstock

Basílica de São Paulo, o "Apóstolo dos Gentios"

Philip Kosloski - publicado em 21/08/23

Inicialmente houve muita discussão entre os apóstolos sobre pregar ou não aos gentios o Evangelho de Jesus Cristo

Ao ler a Bíblia, especialmente o Novo Testamento, você frequentemente encontrará a palavra “gentio”. O que ela significa?

A Enciclopédia Católica explica esse termo da seguinte maneira: “palavra de origem latina e geralmente empregada no plural, designa coletivamente as nações distintas do povo judeu”.

A principal razão pela qual os gentios são mencionados na Bíblia é que, “como descendentes de Abraão, os judeus se consideravam – e eram de fato, antes da vinda de Cristo – o povo escolhido de Deus. Como as nações não-judaicas não adoravam o verdadeiro Deus e geralmente se entregavam a práticas imorais, o termo Gôyîm, ‘gentios’, muitas vezes tem nas Escrituras Sagradas, no Talmud, etc., um significado depreciativo”.

Inicialmente houve muita discussão entre os apóstolos sobre pregar ou não aos gentios o Evangelho de Jesus Cristo.

Felizmente, São Paulo tornou-se o “Apóstolo dos Gentios” e assumiu a responsabilidade de evangelizar todas as pessoas, tanto judeus quanto gentios, certificando-se de que todos soubessem da obra salvadora de Jesus Cristo.

Tags:
BíbliaCulturaHistória da Igreja
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia