Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 15 Abril |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

O conto do domador que não domou a si mesmo

Elefantes

Diana Robinson CC

Elefantes no Amboseli National Park, do Quênia

Francisco Vêneto - Blog Almas Castelos - publicado em 21/09/23

Se você espera domar um elefante, terá primeiro que dominar seus próprios impulsos

O blog católico Almas Castelos compartilhou a adaptação de um conto recopilado por Malba Tahan a respeito da necessidade de autoeducação para quem pretende educar os outros.

Segundo o conto, eis que havia no Oriente um grande monarca que, certo dia, comunicou ao povo a sua urgência de conseguir um domador de elefantes. Dentre as várias pessoas que se apresentaram como aptas, foi aceito um homem que se dizia perito e se chamava Sougraha. Ele declarou ao rei:

Conheço, majestade, três maneiras seguras de domesticar um elefante. A primeira é pelas argolas de prata…

O monarca interrompeu secamente:

Está bem, aceito a tua oferta. Poderás amanhã, depois da prece, iniciar o teu trabalho. O elefante bravio, de minha predileção, será trazido ao pátio e, no fim, terás uma boa recompensa.

Quando saía do palácio, envaidecido, Sougraha passou junto a um grupo de servos e ouviu de um deles um gracejo. Não se contendo, lançou-se furioso contra o jovem e o machucou gravemente. Os guardas o contiveram e levaram novamente, agora preso, até a presença do rei, que, surpreso, indagou:

Que foi isso? Que se passou?

Majestade, não vos poderei ocultar a verdade. Ao sair deste palácio, cruzei com um grupo de servos. Um deles me dirigiu uma pilhéria e não me contive. Avancei, de golpe, contra o gaiato e o castiguei com veemência, sob o impulso de um momento.

O rei, com ponderada frieza, questionou:

Como pretendes tu, Sougraha, domesticar um elefante bravio se não és capaz de conter a fera que vive em ti mesmo?

E sentenciou:

Retira-te. Não mais me interessam os teus préstimos. Aprende, primeiro, a domar os teus próprios impulsos e educa antes a ti mesmo, para que possas, depois, educar a outrem.

Tags:
EducaçãoViolênciaVirtudes
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia