Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 25 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

A Igreja primitiva acreditava no purgatório?

PURGATÓRIO

Renata Sedmakova | Shutterstock

Philip Kosloski - publicado em 01/11/23

A Igreja Católica preserva uma tradição ininterrupta de crença num estado purgatorial após a morte

O conceito de purgatório é frequentemente criticado por uma parte dos seus detratores como sendo, alegadamente, uma criação medieval, mas as raízes deste e de todos os demais aspectos da doutrina da Igreja Católica remontam tanto à Bíblia quanto aos ensinamentos da Igreja primitiva.

De fato, a crença da Igreja na existência do purgatório se mostra evidente, já nas comunidades primitivas, pela forma como os falecidos eram lembrados nas orações.

São João Crisóstomo, no século IV, se refere à oração pelos falecidos durante a missa em uma de suas cartas, conforme citado no livro “A Caridade para com as Almas Sofredoras“, publicado no século XIX:

Não foi sem boa razão que os Apóstolos ordenaram que se fizesse uma comemoração dos defuntos durante a celebração dos sagrados mistérios; pois dela o falecido obtém grande ganho e ajuda. Por que as orações por eles não deveriam aplacar a Deus, quando, além do sacerdote, todo o povo fica de pé com as mãos erguidas enquanto a augusta Vítima está presente no altar?

Padres da Igreja

São Gregório de Nissa escreve uma afirmação semelhante sobre essa tradição:

Os apóstolos e discípulos de Cristo transmitiram-nos o que desde então ganhou força de lei em toda a Igreja de Deus, a saber, que a memória daqueles que morreram na verdadeira fé seja recordada na celebração do sagrado e sublime mistério.

Santo Agostinho também registrou que sua mãe, Santa Mônica, lhe pedira que se lembrasse dela no altar:

Deposita este corpo em qualquer lugar; não te preocupes com isso. Peço-te, porém, isto apenas: onde quer que estejas, faze memória de mim perante o altar do Senhor.

Até mesmo Tertuliano, ainda no século II, mencionou esta crença ao orar pelos falecidos na missa:

Nos aniversários de falecimentos, oferecemos o Santo Sacrifício pelos que partiram. Embora as Escrituras não o garantam, o costume tem origem na tradição; foi confirmado pela adoção universal e sancionado pela fé.

Estas citações exemplificam somente uma pequena porção de textos da Igreja primitiva que confirmam uma crença ininterrupta na existência do purgatório.

Tags:
BíbliaDoutrinaPurgatório
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia