Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 06 Dezembro |
São Nicolau
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

O dia em que São Miguel Arcanjo apareceu no Brasil e pôs fim a uma guerra

SAINT MICHAEL

Vivida Photo PC | Shutterstock

Ricardo Sanches - publicado em 21/11/23

A aparição aconteceu justamente no dia de São Miguel Arcanjo e na cidade que leva o nome do "príncipe da milícia celeste"

O ano era 1932. O Brasil passava pela Revolução Constitucionalista, um movimento armado liderado pelo estado de São Paulo contra o Governo Provisório de Getúlio Vargas e a favor de uma nova Constituição para o país.

Foram quase quatro meses de guerra, com bombardeios, mortes, esvaziamento de cidades e destruição de edifícios, inclusive igrejas.

Os conflitos aconteciam principalmente nas divisas de São Paulo com outros estados, sobretudo, Minas Gerais. Os exércitos avançavam em direção à capital paulista, mas quando chegaram à cidade de São Miguel Arcanjo algo extraordinário aconteceu.

No município, as tropas montaram uma trincheira e, de acordo com os moradores mais antigos, pediram para os habitantes deixarem a cidade, pois ali iria acontecer uma batalha.

Uma das histórias que circulam na cidade dá conta de que os combatentes tomaram a casa paroquial, transformando-a em quartel general. Os homens pediram para que o pároco deixasse o local, mas ele não atendeu ao pedido; alegou que se aproximava a festa de São Miguel (29 de setembro) e ele tinha que rezar com a comunidade.

A aparição

E foi justamente no dia de São Miguel Arcanjo daquele ano de 1932 que, segundo os moradores, o “Príncipe da Milícia Celeste” apareceu aos beligerantes. “Com a trincheira de combate armada e os exércitos prontos para guerrear, eis que surgiu um clarão no céu e um homem avisa sobre o final da Guerra”, esclarece o site da Basílica de São Miguel Arcanjo.

Os detalhes da aparição foram relatados no livro “São Miguel Arcanjo, o Santo Guerreiro da Revolução de 1932“, de autoria do Pe. Márcio Almeida, reitor da Basílica Santuário de São Miguel Arcanjo, na cidade de mesmo nome.

De acordo com o sacerdote, existe um documento do Exército que comprova que, no dia 29 de setembro de 1932, aconteceu um armistício. “Dois exércitos estavam entrincheirados na cidade de São Miguel Arcanjo. E o armistício foi dado no dia 29 de setembro, dia de São Miguel Arcanjo. Esses dois fatos levantaram a minha antena. Eu disse: ‘Espera aí, existe verdade aqui’… É preciso levar em consideração que na cidade de São Miguel Arcanjo e no dia de São Miguel Arcanjo parou a guerra”, revela o padre, que passou a pesquisar mais sobre a possível aparição.

As pesquisas apontaram também outro fato que indica a veracidade da aparição. Antigos moradores contam que, depois do armistício, o capitão do Exército entrou na igreja da cidade para agradecer pelo fim da guerra e, ao se deparar com a imagem de São Miguel Arcanjo, bradou: “foi este homem quem avisou o fim da guerra”.

Oficialmente, a guerra terminou no dia 2 de outubro de 1932.

“Nossa intenção não é fazer um processo canônico, ter um reconhecimento do Vaticano. A intenção é fazer as pessoas entenderem que houve, sim, uma manifestação importante de São Miguel Arcanjo muito próxima a nós”, esclarece o Pe. Márcio.

Uma imagem do tamanho da devoção do seu povo

A devoção a São Miguel é muito forte na cidade desde a sua fundação. Agora, está sendo construída no município uma estátua de 57 metros de altura em honra a São Miguel Arcanjo. Será a maior imagem sacra do mundo!

O monumento fará parte do complexo turístico denominado “Gruta do Arcanjo“. Inspirado no Monte Gargano, onde São Miguel apareceu várias vezes, o projeto brasileiro ainda inclui: presbitério para missa campal capaz de receber 12 mil pessoas, confessionários, gruta mariana, sala de velas, sala de milagres, museu de arte sacra, pavilhão devocional e auditório, além de estruturas de apoio como praça de alimentação e estacionamento. A previsão de inauguração é para daqui a três anos.

Complexo São Miguel Arcanjo
Projeto “Gruta do Arcanjo” foi inspirado no Monte Gargano.
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia