Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 17 Janeiro |
home iconEstilo de vida
line break icon

Seis dicas para estudar as parábolas bíblicas com seus filhos

MATKA Z CÓRKĄ

epixproductions | Shutterstock

Edifa - publicado em 20/12/19

O evangelho contém muitas parábolas cujo significado as crianças ainda não entendem. Como ler essas parábolas com eles os ajudando a compreendê-las, meditá-las, lembrar-se delas e enfim, assimilá-las em suas vidas como algo natural?

Jesus conta histórias usando comparações, mais conhecidas como parábolas. Mas elas não são apenas histórias imaginadas, elas portam um ensinamento. Veja como conta-las às crianças, de modo que elas possam colher bons frutos dessas pequenas histórias.

1. Inspire-se com a vida cotidiana

O fato de associar a parábola a um acontecimento do dia a dia coloca a criança na posição de contemporânea de Jesus. Os exemplos dados por Jesus se tornam concretos para ela, a alcançando de forma pessoal. Isto é particularmente importante para os pequeninos que vivem nas cidades e que tem pouca oportunidade de ver – a não ser através dos livros e da televisão – um campo ou uma plantação, uma planta que cresce, uma fruta na árvore ou um rebanho.

2. Use livros

MOTHER READING TO DAUGHTER
Shutterstock

Para ilustrar a parábola, lembrando a criança do que ela viu durante o dia, podemos utilizar um livro, seja um livro religioso que apresenta as parábolas ilustradas ou um livro secular com figuras ou desenhos apropriados (videiras, campos de trigo, ovelhas, etc.).

3. Imitar e ilustrar parábolas

COLOURING
Shutterstock-Yuganov Konstantin

Como qualquer passagem do Evangelho, o texto das parábolas também pode ser imitado pelas crianças numa encenação ou jogo de mímica, apresentando assim a história proposta por Jesus, além do seu significado mais profundo. Por exemplo, as crianças podem encenar a passagem da ovelha perdida imaginando primeiro o rebanho, a ovelha que se perde e o pastor que vai procurá-la. Por fim elas podem demonstrar a ação do pecado e ainda o arrependimento e a alegria do perdão.

As parábolas também podem ser objeto de desenhos ou de outros trabalhos manuais. Por exemplo: imagens com colagem de sementes; ovelhinhas feitas de algodão com pernas de alumínio; cachos de uvas ou outras frutas em massinha de modelar, e assim por diante.

4. Decore o cantinho da oração

Angèle C.
Le coin prière d'Angèle

O cantinho de oração na sua casa pode ser decorado de acordo com a parábola escolhida: um pequeno buquê de trigo, folhagens, sementes germinadas, pequenas flores do campo, penas de passarinhos ou desenhos e fotos que evocam esses elementos naturais.

5. Coloque as parábolas no centro da oração familiar

FAMILY PRAYING
Shutterstock

Ler a parábola e ilustrá-la ainda não é, contudo, o suficiente. Tudo isto é apenas uma introdução ao essencial, isto é, à oração. Meditar as parábolas também pode ser uma maneira muito boa de renovar um pouco a oração familiar quanto à sua forma: começamos falando sobre uma descoberta ou um evento do dia (por exemplo, um passeio pelo parque), contamos ou lemos a parábola, encenamos com gestos e pouco a pouco vamos nos recolhendo para entrar na oração silenciosa. Algumas palavras ditas em meia voz ou uma canção podem acompanhar esta oração silenciosa antes de recitar juntos o Pai Nosso e a Ave Maria como todas as noites.

6. Medite sobre os textos do Evangelho 

CHILD THINKING
Kostenko Maxim I Shutterstock

Por fim, a parábola também pode servir de moldura para um exame de consciência. A parábola do semeador nos convida a questionar como recebemos a Palavra e a da ovelha perdida sobre o nosso desejo de nos deixarmos encontrar pelo divino Pastor.

Vamos aproveitar as férias para redescobrir com a família as parábolas que o Senhor nos dá para nos ajudar a encontrar o caminho para o Reino.

Christine Ponsard

Tags:
BíbliaEducação dos FilhosFilhosOração
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais