Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco

Relacionamento: e se você parasse de fugir dos conflitos?

KŁÓTNIA MAŁŻEŃSKA

Shutterstock

Edifa - publicado em 19/05/20

As brigas e as consequências que elas nos podem trazer nos deixam com medo. Aceitar os conflitos pode, portanto, ser uma atitude benéfica para o relacionamento, com a condição de que sigamos algumas regras básicas

Eu e minha esposa muitas vezes vivemos situações de conflito, diz Eduardo. Eu não consigo mais suportar essas situações que nos esgotam e nos deixam frustrados, decepcionados. Quando discordamos, eu prefiro logo interromper a discussão, o que deixa minha esposa ainda mais zangada. E hoje eu temo que tenhamos errado em escolher nos casar”. Essa situação acontece com muitos casais.

Ao olhar mais de perto os gatilhos, o desenrolar e os sentimentos gerados desses conflitos destrutivos, parece que eles surgem durante o confronto de ideias, sentimentos e intenções antagônicas entre os cônjuges.

Aquele que abaixa sua bandeira sempre que surge uma situação assim o faz porque se sente incapaz de sustentar a discussão e confrontá-la. Geralmente ele se sente em perigo e prefere se esquivar. Será que essa é uma boa atitude para ter face aos conflitos de relacionamento?

Os benefícios dos conflitos de casal

Alguns podem pensar que esquivar-se é uma atitude de sabedoria. Mas não se engane: se o ato de fugir é capaz de evitar conflitos abertos, ele não erradica o conflito de opiniões que permanece latente e vivo no interior, a envenenar as relações.

Portanto, será que esses temidos conflitos sempre devem ser evitados? Será que esse não poderia ser o momento, uma boa oportunidade para levar em conta a individualidade de seu cônjuge ou uma maneira de mostrar a ele o respeito que seu amor desperta?

Não tenha medo de expor seu ponto de vista. Isso permite que todos existam como são. Contanto que você faça as perguntas certas e atente para a forma certa de falar, para não ferir o outro.

Durante esses confrontos, é importante fazer a seguinte pergunta: “Será que eu sei como distinguir os diferentes sentimentos que me norteiam (como o medo de minha própria agressividade que poderia machucar minha esposa; como minha teimosia pessoal…) do questionamento principal dessa discussão?”. A insatisfação não partilhada em uma ou mais áreas da vida cria um grande risco de gerar hostilidade no relacionamento.

Algumas regras a seguir antes de ousar o confronto

Antes de ousar confrontar o outro será necessário, por um lado, reconhecer que sofremos com essas situações de oposição (e dizer isso ao cônjuge) e, por outro, aceitar a ideia de que nossa opinião não fará mal.

Para isso, será necessário respeitar algumas regras básicas: falar na primeira pessoa (“senti”, “prefiro”) e demonstrar uma escuta ativa, ou seja, com ênfase na satisfação mútua das necessidades. Como Moisés (Dt 4, 30), devemos ousar afirmar que a proximidade harmoniosa é a consequência da verdadeira escuta mútua.

Marie-Noël Florant

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
AmorCasamentoFamíliaRelacionamento
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Ver mais