Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 17 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Carta aberta a um amigo que encontrou o seu primeiro emprego

Happy, Woman, Work

© Antonio Guillem I Shutterstock

Anna Ashkova - publicado em 07/08/20

A Aleteia convida você a descobrir cinco cartas que o levarão a uma jornada pelas diferentes idades da vida. Hoje, mergulhe na segunda carta desta série, destinada aos jovens que acabaram de conseguir seu primeiro emprego

Querido amigo,

Depois de todos esses anos de estudo e dedicação, você acabou de encontrar o emprego dos seus sonhos. Parabéns! É o começo de muitas descobertas profissionais. Uma verdadeira aventura começa para você! Não se esqueça de convidar o Senhor a participar de todas as suas atividades. Sua dedicação ao seu trabalho será em vão se Deus não estiver ao seu lado para tudo edificar junto a você. Para este início de carreira, gostaria de compartilhar com você a bela oração do Padre Luc de Bellescize à Santíssima Trindade, para que você possa pedir a graça de fazer um trabalho bem feito e com a amor, que transforma a Criação, respeitando sua própria ordem:

Eu te louvo, ó Pai, Criador do Céu e da Terra, por ter confiado a Criação à obra de minhas mãos. Eu te louvo por me dar participar dessa missão real de governar o mundo, tu que és o único rei, mestre e Senhor. Tu me colocaste em um jardim para que eu possa construir a visão da paz para a cidade santa, Jerusalém. Não a grande Babilônia, que dispersa e divide, mas a cidade onde “todos juntos tornam-se um”. Quero transformar o mundo conforme a sua própria vocação, que é a de cantar a glória do teu nome.

Ao transformar o mundo, quero me transformar e me apresentar a ti como uma oferta agradável, oferecendo o trabalho de minhas mãos. Concede-me a graça de não me encontrar na situação de estar “ocupado sem fazer nada” e impede-me de idolatrar o meu próprio trabalho. Que eu não caia na idolatria do dinheiro, criado pela indústria do homem, mas que, pelo meu trabalho, a Criação transformada cante a ti um hino de louvor, pois ela aguarda meu trabalho de filho de Deus e geme em dores do parto, na esperança do Reino que chega.

Eu te louvo, ó Verbo Encarnado, Jesus, tu, filho da Virgem e do carpinteiro de Nazaré, porque santificaste a minha obra pela obra das tuas mãos, no silêncio da tua infância, nos anos da tua juventude, esperando o dia da tua manifestação em Israel. Afasta de mim o espírito de preguiça, ensina-me a ser generoso, a trabalhar com coragem, a me dedicar sem esperar outra recompensa que não a de saber que estou fazendo a tua santa vontade.

Dai-me construir a cidade de Deus aqui em baixo e recebe-me no final dos meus dias na Jerusalém celestial, onde não haverá mais nenhuma lágrima em meus olhos. Tu, por quem tudo foi feito, tu que descansaste no sétimo dia no silêncio da Criação completa, na paz do sepulcro onde descansava o teu corpo, ensina-me também a observar com atenção o dia da tua ressurreição, prelúdio do Eterno descanso que dá sentido ao meu trabalho diário, sem nada fazer além de permanecer em tua Presença e receber teu Santíssimo Corpo.

Eu te louvo, ó Paráclito, Espírito Santo de Deus, tu que desde o princípio pairava sobre as águas. Espírito criador e organizador do mundo, ensina-me o amor por um trabalho bem feito, que transforma a Criação, respeitando sua própria ordem. Tu, unção de mansidão e força, tu que podes tirar os cedros do Líbano e que sussurra como um sopro, concede-me a verdadeira autoridade, que não fere, mas que leva à paz; que quebra apenas para consertar. Dá-me exercitá-la com a sabedoria de Salomão e não com a violência de Saul.

Impede-me de desprezar um que seja dos pequeninos que tu me confiarás e concede-me de, cultivando a terra, nunca pisar na dignidade do homem e em sua íntima abertura à adoração do Altíssimo, de onde provém a verdadeira paternidade e a quem terei de prestar contas, como um bom administrador dos dons de Deus.

Amém

Tags:
AmizadeTrabalho
Top 10
Ver mais