Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 05 Agosto |
Santos Vardan e companheiros
home iconEstilo de vida
line break icon

O que fazer quando nos sentimos “inúteis” em comparação aos outros?

Woman - Bullying - Disrimination

© fizkes

Edifa - publicado em 12/04/21

Ao se comparar constantemente com os outros, você acaba sempre se olhando com um olhar de julgamento

Observe as fotos dos pódios olímpicos. Obviamente, o medalhista de ouro tem uma cara de felicidade extrema. Em contraste, na maioria das vezes, o medalhista de bronze parece muito mais feliz do que o medalhista de prata que, por outro lado, exibe um sorriso um tanto contido. É surpreendente! O medalhista de prata teve um desempenho melhor, no entanto se sente menos feliz consigo mesmo. É claro que podemos compreendê-lo. Eles julgam seu próprio valor se comparando com os outros. O medalhista de prata se compara com aquele que foi melhor do que ele, porque ele perdeu o primeiro lugar. Ele é apenas o segundo! Por outro lado, o medalhista de bronze se compara a todos aqueles que não tiveram a alegria e a sorte de estar no pódio.

Tudo isso nos leva a refletir sobre nossos reflexos educacionais e o meio ambiente em que crescem os nossos jovens. Frequentemente, ouvimos crianças ou estudantes dizerem: “Eu sou péssimo”, e depois pior: “Não vou conseguir”. Além disso, mesmo os estudantes que se preparam para concursos devem lutar bravamente contra seus próprios pensamentos desmotivadores. É fácil ver os efeitos do espírito competitivo excessivo e da tensão comparativa que permeia nosso ambiente.

A comparação nos fragiliza

Há, portanto, um equívoco sobre o lugar que damos à competição. Por considerá-la muito como um fator de progresso ou superação, esquecemos seu motor fundamental: a comparação. Porque se trata mais de superar os outros do que de superar a si mesmo. Mas ao se comparar perpetuamente com os outros, você acaba constantemente se olhando com um olhar de julgamento. “Eu te avalio, eu me julgo”. E qual será o nosso critério de julgamento?

O desempenho dos outros, seu status social, sua aparência física, a lista é interminável… O critério último é o modelo ideal proposto pelas imagens retocadas e irreais que literalmente poluem nosso universo cotidiano. Nada como a comparação para destruir a autoconfiança. Longe de gerar uma forte autoconfiança, a comparação a enfraquece pois o critério de meu suposto valor será sempre externo e muitas vezes impossível de igualar.

A competição só é saudável se nos levar à gratidão para com os outros

Então, o que podemos dizer àqueles que nos foram confiados, àqueles que estão comprometidos em fazer com sucesso o que se propuseram a fazer? A competição só é saudável se eliminar a comparação tóxica e conceder gratidão aos outros. Tendo em mente tudo o que devo aos outros, sabendo que posso contar com eles, sendo grato a eles: este olhar fortalece a autoconfiança, revigora a esperança de sucesso, evita a glorificação do sucesso e ameniza os efeitos do fracasso.

No fundo, ninguém quer ser amado por seu desempenho. Coloquemos então os nossos jovens sob o olhar de Deus, que no segredo da oração os dirá constantemente quão incomparável, absolutamente único, precioso e formidável ele/ela é. Da forma como são!

Jeanne Larghero

Tags:
PecadoTrabalho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
4
MAN
Reportagem local
Oração da noite para serenar o espírito e pacificar a ansiedade
5
Pe. Edward Looney
Padre revela: por que sempre levo água benta comigo ao viajar
6
sacerdotes
Reportagem local
Suicídio de sacerdotes: desabafo de padre brasileiro comove as re...
7
Princesa Diana no Accord Hospice
Reportagem local
Um padre católico acompanhou a princesa Diana na madrugada de sua...
Ver mais