Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 02 Julho |
Bem-aventurado Pedro de Luxemburgo
Aleteia logo
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Bem-aventurada Joana de Portugal

Princesa e dominicana (†1490)

WINDOW

Public Domain

Filha de D. Afonso V, Rei de Portugal, Joana foi considerada como o fruto das inúmeras orações que seus pais haviam dirigido para o céu, já que faltava o herdeiro para a coroa. Em 1452, as cortes portuguesas haviam jurado reconhecê-la como sua Princesa e legítima herdeira do trono caso não houvesse outros descendentes do século masculino. Com a idade de três anos, Joana ficou órfã de mãe, já que Dona Isabel, a rainha, morreu ao dar à luz seu irmão, o herdeiro do trono. Foi criada por sua tutora e sua beleza era famosa: foi pedida em matrimônio por três pretendentes – o Delfim da França, Maximiliano da Áustria e pelo Rei da Inglaterra. Todos receberam o seu não. Joana já estava apaixonada por outro pretendente: sentia em seu coração o chamado à vida contemplativa, desejava ardentemente ser dominicana. Sua ida para o convento, no entanto, não foi nada fácil. Além da má vontade paterna, a política não via com bons olhos o fato de uma das herdeiras diretas do trono abrir mão de tudo por uma vocação religiosa. Por esse motivo, foi apenas no ano de 1472 que ela pôde vestir o hábito dominicano. Estrou no mosteiro de Aveiro onde viveu uma vida de intensa oração e penitência. Morreu na hora que ela havia previsto: no dia 12 de maio de 1490. Em seu leito de morte, durante a reza da ladainha, ao se cantar a invocação “todos os santos inocentes, rogai por nós” ela elevou os olhos para o céu e expirou docemente. Vários milagres foram testemunhados ao longo de sua vida e depois, junto ao seu túmulo. Seu culto foi confirmado pelo Papa Inocêncio XII em 1692.

Descubra outros santos clicando aqui
PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais