Aleteia
Sábado 24 Outubro |
São Maglório
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Bem-aventurados Emanuel Ruiz e companheiros

Mártires franciscanos de Damasco (†1860)

FRIENDS

Public Domain



No dia 10 de julho de 1860, um grupo de 11 franciscanos foi morto pelos muçulmanos em Damasco. Todos mortos por ódio à fé. Desse grupo, seis eram Franciscanos Menores, dois eram irmãos de votos professos, também franciscanos e três eram leigos, irmãos de sangue maronitas. Ficaram conhecidos como os “bem-aventurados mártires de Damasco”. Desde a época se São Francisco, os franciscanos se esforçavam e levar a presença do cristianismo no mundo islâmico: como tantos outros, também este grupo pagou com seu sangue o testemunho de Cristo vítima sacrifical em meio aos homens. Quase todos esses mártires eram de nacionalidade espanhola e se encontravam no convento de Damasco, na Síria vivendo a vida em comum e exercendo seu apostolado junto à população local. Na noite estre 9 e 10 de julho de 1860, o convento foi atacado pelos drusos, uma seita religiosa de origem muçulmana xiita; um grupo fanático que acreditava ser seu dever eliminar a presença de cristãos na região. Embora as paredes do convento representassem uma segurança para o grupo de franciscanos, infelizmente houve uma traição por parte de alguém que trabalhava para o convento: uma porta foi aberta pelo lado de dentro e os assassinos puderam entrar para exterminar a todos os cristãos que ali estavam: os Padres franciscanos Emanuel Ruiz, nascido em Santander (Espanha) no dia 5 de maio de 1804 – Superior da comunidade; Carmelo Volta, nascido em Valência no dia 29 de maio de 1803; Engelbert Kolland, nascido em Salisburg (Áustria) em 21 de setembro de 1827; Ascânio Nicanor, nascido em Madrid em 1814; Pedro Soler, nascido em Múrcia no dia 28 de abril de 1827; Nicolau Alberga, nascido em Córdova aos 10 de setembro de 1830. Os dois professos franciscanos, Francisco Piñazo, nascido em Valência aos 24 de agosto de 1802 e João Tiago Fernandez, de Galiza, nascido aos 29 de julho de 1808. Por fim, também três leigos, irmãos de sangue, maronitas: Francisco, Abd-el-Mooti e Rafael Massabki. Foram todos martirizados e beatificados pelo Papa Pio XI no dia 10 de outubro de 1926.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Papa Pedro João Paulo II Bento XVI Francisco
Reportagem local
Pedro, João Paulo, Bento e Francisco: 4 Papas...
Ver mais