Aleteia
Sexta-feira 23 Outubro |
São Paulo Tong Viet Buong
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Perpétua e Felicidade

Mártires (†203)

FELICITY

Public Domain

Perpétua e Felicidade

Segundo a tradição, Perpétua teria composto o próprio relato de sua paixão ainda na prisão. Mais tarde, Tertuliano teria finalizado a compilação. Conforme o relato, Víbia Perpétua, uma jovem nobre e culta matrona de Cartago, mãe de uma criança de peito foi presa junto com seus servos Revocatus, Saturnino, Secundinus e Felicidade. Felicidade estava grávida e em proximidade dos trabalhos de parto. Eram todos catecúmenos.

No ano de 202, o Imperador Septímio Severo, temendo pela unidade do império romano, começou a perseguir os cristãos. O pai de Perpétua era pagão, sua mãe e dois outros irmãos eram cristãos. Diante da possibilidade do martírio, seu pai, desesperado, suplicava-lhe para que apostatasse da fé cristã, que tivesse piedade de seu sofrimento paterno. Mesmo assim, Perpétua manteve-se firme. Felicidade, por sua vez, fora presa no oitavo mês de gestação. Antes de morrer na arena, ela deu à luz uma menina que foi adotada por uma mulher cristã.

Chegou o dia da condenação: o grupo de cristãos foi condenado “ad bestias”, isto é, a morrer devorados por animais ferozes. A ocasião se deu durante os festejos de aniversário do filho do Imperador. Os cristãos foram conduzidos ao anfiteatro: um urso e um leopardo foram usados contra os homens. Perpétua e Felicidade tiveram que enfrentar uma vaca selvagem. Feridas pelas várias chifradas do animal, foram mortas depois a golpe de espada. Seus corpos foram sepultados em Cartago. O culto a esses mártires, e particularmente à Perpétua e Felicidade, teve uma imediata difusão.

Uma narração do século III dá alguns detalhes do glorioso martírio dessas santas mulheres: “Perpétua foi a primeira a ser lançada aos ares por uma vaca brava e caiu de costas. Levantou-se imediatamente e, vendo Felicidade caída por terra, aproximou-se, deu-lhe a mão e ergueu-a. Ficaram ambas de pé. Saciada a crueldade do povo, foram reconduzidas à porta chamada Sanavivária. Ali, Perpétua foi recebida por um catecúmeno chamado Rústico, que permanecia sempre a seu lado. E como que despertando do sono (até esse momento estivera em êxtase do espírito), começou a olhar ao redor e, para espanto de todos, perguntou: ‘Quando é que seremos expostas àquela vaca?’. Ao lhe responderem que já tinha acontecido, não quis acreditar, e só se convenceu quando viu no corpo e nas vestes a marca dos ferimentos recebidos. Depois, chamando para junto de si seu irmão e aquele catecúmeno, disse-lhes: ‘Permanecei firmes na fé, e amai-vos uns aos outros; não vos escandalizeis com os nossos sofrimentos’”.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Extremistas queimam igrejas no Chile
Francisco Vêneto
Por que queimam igrejas: Dom Henrique e Pe. J...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais