Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 05 Dezembro |
São Saba
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Bem-aventurado Francisco João Bonifácio

Sacerdote e mártir (†1946)

LEG

Public Domain


Padre Francisco João Bonifácio nasceu em Pirano, uma localidade italiana, na divisa com a antiga Iugoslávia, no dia 7 de setembro de 1912. Além dele, seus pais tiveram outros sete filhos. A família, profundamente católica, frequentava a paróquia dos frades franciscanos conventuais. Nessa igreja, diversas vezes, o pequeno Francisco participou nas missas desempenhando o papel de coroinha. Mais tarde, entra a fazer parte da Ação Católica juvenil, fazendo a comunhão diária e confissão semanal; em pouco tempo, sente a chamada à vida sacerdotal. Nisso é apoiado pelo seu pároco, que o ajuda a entrar no Seminário para fazer os estudos iniciais. Em 1932 começa o seminário maior e tem um desempenho notável, tornando-se um ponto de referência e apoio para os demais estudantes no seminário, que viam nele alguém capaz de ajudá-los na repetição das disciplinas do cruso teológico. Em 1936 é ordenado presbítero e é enviado para sua cidadezinha natal para desempenhar a função de pároco. Seu serviço pastoral é feito com a maior dedicação aos seus paroquianos, visitando quotidianamente principalmente os anciãos e os doentes. A região da Ístria começa a sentir diretamente o peso e a violência da Segunda Guerra Mundial no ano de 1943, quando ocorre a ocupação da região pelos alemães: a população local se encontra presa entre duas grandes frentes que, em seus confrontos, deixa um rastro de sangue e violência. De um lado o movimento popular de libertação eslavo e de outro o exército alemão e seus colaboradores. Padre Francisco não toma partido. Visita e socorre tanto um lado quanto o outro. Muitas vezes corre o risco de perder a própria vida, para dar sepultura aos mortos e atender aos agonizantes. Com o fim da guerra, a situação muda pouco: agora é a vez da mão de ferro do Marechal Tito, que inicia uma perseguição e impõe limites à prática religiosa, principalmente à fé católica. Acusado de fascista e colocado numa lista de “inimigos do povo”, Padre Francisco não se importa: continua prestando o atendimento pastoral aos seus fiéis, organizando o catecismo e a celebração dos sacramentos. No dia 11 de setembro de 1946, por volta das 4 da tarde, ele se dirige para confessar o Padre José Rocco, com quem transcorre algumas horas de conversa serena. Após um momento de oração na igreja, Padre José insiste para que Padre Francisco pernoite em sua casa. Ao decidir retornar para casa, segundo algumas testemunhas, ao longo da estrada quatro soldados se aproximam de Padre Francisco e o conduzem à força para um local ermo. Suas roupas são retiradas à força e, em seguida, começa a ser espancado impiedosamente até ser, por fim, esfaqueado e morto. Seu corpo foi jogado numa fossa. Seu corpo jamais será encontrado, restando apenas o testemunho de algumas pessoas. Foi assassinado em ódio à fé, apenas por ser um padre. Sob o pontificado de Papa Bento XVI, Padre Francisco foi declarado bem-aventurado no dia 4 de outubro de 2008.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
HUG
Dolors Massot
Médico abraça paciente com Covid-19 que chora...
PADRE NO ALTAR DA MISSA
Reportagem local
Missa de Crisma é interrompida por policiais ...
Missa de Crisma
Reportagem local
Arcebispo detona interrupção de Missa: "Ocorr...
BOKO HARAM NIGÉRIA
Francisco Vêneto
Terroristas islâmicos degolam mais de 100 pes...
Bispo brasileiro Dom Antônio Carlos Rossi Keller
Reportagem local
Mais um bispo brasileiro detona: "Autoridades...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais