Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 31 Outubro |
Beato Domingos Collins
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Bem-aventurados Eliseu Garcia e Alexandre Planas Sauri

Salesianos, mártires (†1936)

WOMAN

Public Domain

Ambrogio Traversari foi um monge beneditino, do ramo dos Camaldulenses. Grande humanista e professor; legado papal e padre conciliar; Abade camaldulense e reformador de sua Ordem; amigo e apoiador do famoso Cosimo de Medici.

Ele nasceu de uma família nobre da toscana e tornou-se monge camaldolense aos 14 anos de idade, quando, no início do século XV, a primeira geração de artistas renascentistas começou a imprimir sua própria marca na cidade de Florença. Seu colega e companheiro de vocação foi o dominicano Giovanni da Fiesole, mundialmente conhecido como Fra Angélico.

Monge em Florença, era sensível e aberto ao fermento da nova cultura florentina, estudando literatura grega, latina, hebraica, literatura e filosofia clássica. Tornou-se uma referência para vários jovens, religiosos e leigos.

Religioso sério, de natureza doce e benevolente, ele rapidamente fez carreira, tornando-se superior geral. Por causa de seu desapego como estudioso e de sua serenidade como homem de estudo, ele foi incumbido em várias ocasiões da tarefa de atuar como mediador e pacificador, em missões diplomáticas muitas vezes muito delicadas, não apenas religiosas, mas também civis e políticas.

O papa Eugênio IV o encarregou de reformar sua ordem, e o Bem-aventurado Ambrogio Traversari cumpriu a tarefa com grande prudência e paciência. Visitando os mosteiros, ele foi capaz de coletar e estudar códices antigos e manuscritos preciosos. Em Roma, ele foi bibliotecário do papa e dos cardeais. Em Florença, ele trabalhou pelo retorno do exílio Cosimo de ‘Medici, o futuro senhor da cidade.

Legado papal do Concílio de Basileia, ele apoiou as razões e o prestígio do papado. Mais tarde, ele teve grande participação no Concílio, que abriu na cidade de Ferrara e continuou em Florença, para a união entre a Igreja Grega e a Igreja Latina, fazendo com que o Patriarca de Constantinopla e o próprio Imperador Bizantino intervissem.

A feliz conclusão desse Concílio, em 1439, também foi o triunfo de Ambrogio Traversari, que havia escrito com seu estilo humanista o documento de união entre as duas Igrejas irmãs.

O grande esforço do monge fez com que ele ecnontrasse a morte no mesmo ano de fechamento do Concílio. Pelos grandes dons que ele recebera do Senhor, logo começou uma movimentação em torno do culto à sua memória.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Brasileira Simone Barreto Silva é vítima de ataque terrorista na catedral de Nice
Reportagem local
Brasileira é vítima no ataque terrorista na c...
Reportagem local
França: atentado na basílica de Notre Dame em...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Pe. Robson de Oliveira
Francisco Vêneto
Defesa desmente Fantástico, da TV Globo, em n...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais