Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 27 Janeiro |
Beato Jorge Matulaitis 
Aleteia logo
Oração do dia
Meditação do diaquinta 9 Dezembro

Entre os nascidos de mulher, não houve maior...

Ele é superior a todos os homens nascidos de mulher e do concurso de homem, mas não é preferido àquele que nasceu de uma Virgem e do Espírito Santo. Embora nas palavras “Entre os nascidos de mulher não houve um maior que João”, ele não tenha colocado João acima dos outros profetas e patriarcas e de todos os homens, mas antes o tornou igual. Porque, visto que os outros não são maiores do que ele, não se depreende imediatamente que ele seja maior do que os outros. Compreendemos simplesmente, entretanto, que todo santo que já está com o Senhor é maior do que aquele que ainda está em meio aos combates, porque uma coisa é usar a coroa da vitória e outra é ainda lutar em combate. Se João foi o primeiro a anunciar a penitência aos povos, dizendo: “Fazei penitência, porque se aproxima o reino dos céus”, com razão se diz que desde o seu tempo o reino dos céus sofre violências e que aqueles que são fazem violência a si próprios são aqueles que o tomam. Nós, que fomos gerados na terra, devemos fazer grande violência contra nós mesmos para alcançar o trono do céu e possuí-lo por uma virtude que não tínhamos por nossa natureza. Não há razão para excluir, depois de João, outros profetas, visto que lemos nos Atos dos Apóstolos, que Ágabo e quatro virgens, filhas de Filipe, profetizaram. Mas tudo o que a Lei e os Profetas profetizaram, cujos escritos lemos, foi cumprido por Cristo. Então quando se diz: “profetizaram até João”, se designa o tempo de Cristo, porque aquele que eles anunciaram que havia de vir, João o anuncia como aquele que veio. João, então, é chamado de Elias, não como entendido por filósofos tolos e alguns hereges, que apoiam o retorno das almas, mas veio, segundo outra passagem do Evangelho, no espírito e poder de Elias e teve a mesma graça e a mesma medida do Espírito Santo. A austeridade de vida e a severidade de espírito de Elias e João também são iguais, ambos cingiam um cinto no deserto. O primeiro foi forçado a fugir por ter repreendido o rei Acab e Jezabel por sua maldade; e o último foi decapitado por ter repreendido Herodes e Herodíades por seu casamento ilegal. Nas palavras “este é Elias”, se dá a conhecer que há nelas um mistério e que para entendê-lo é necessária uma compreensão particular. Por isso acrescenta: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça”.

São Jerônimo

Catena Aurea: comentários dos Padres da Igreja por versículos (11-15)

Tradutor da Bíblia, é Doutor da Igreja (†420)

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais