Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Festividade do dia

quinta-feira 21 novembro
Santo Amaro de Cesena

Bispo (†946)

Compartilhar

Não se sabe a data e o local de nascimento de Santo Amaro, apenas tem-se notícia de que nasceu no século X.
O primeiro dado que se tem de sua vida é que o Papa João X, antes de 926, o nomeou como bispo de Cesena, na Itália, pois era sobrinho dele e monge beneditino. Sua nomeação ocorreu antes dos papas perderem a jurisdição sobre aquelas terras.
Assim que assumiu o bispado, Amaro obteve permissão do Papa para construir no Monte Spaziano, uma pequena ermida e uma pequena igreja onde, de vez em quando, se isolava em oração.
Sabe-se pouco trabalho de Amaro mas, tem-se a certeza de que que viveu os tempos difíceis da época e as mudanças subsequentes.
Morreu por volta de 21 de novembro de 946. Foi enterrado no Monte Spaziano, em uma sepultura de mármore, como era o seu desejo.
Muitos anos após sua morte é que aconteceu o primeiro milagre em sua sepultura, mas foi imediatamente abafado. Após um segundo milagre – uma senhora da Aquitânia que recuperou a visão ao recorrer ao santo – o local passou a ser venerado. Assim, as peregrinações à sepultura começaram a ter maior frequência, sendo as notícias divulgadas até mesmo em países mais distantes.
Os bispos da região reuniram-se no Monte Spaziano, então chamado “di Mauro”, e entraram em consenso para remover a sepultura para dentro da igreja.
Após este ritual chegou a notícia da canonização de Amaro.
Desta forma, o fluxo de fiéis e ofertas ao local foi tão grande que a igreja foi ampliada e embelezada pelos beneditinos. A fama do santuário cresceu tanto, que mais tarde se tornou a atual abadia de Santa Maria del Monte. Os monges aproveitaram a oportunidade e tiveram os meios para construir uma basílica e um mosteiro. Em 1042 já possuíam as terras das vizinhanças.
Ao longo dos séculos, o corpo foi esquecido por todos, inclusive pelos monges. Devido às guerras locais seu corpo foi transportado para dentro dos muros da cidade, até a igreja de São João Evangelista.
Depois de algum tempo, em 1470, foi novamente transferido para a nova catedral de São João Batista, num nicho reservado para ele, cercado por grades para protegê-lo. Algumas de suas relíquias permaneceram em Monte Spaziano e Ravena.
Em sua homenagem, foram construídas igrejas paroquiais: São Mauro, na diocese de Cesena, documentada em 1155 e a de São Mauro Pascoli, na diocese de Rimini, também muito antiga.

Descubra outros santos clicando aqui

Sublime é o Senhor, o Deus Altíssimo,
o soberano que domina toda a terra.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém

Hino
Do Rei Esposa e Filha,
real Virgem Maria,
eleita desde sempre
por Deus, que tudo cria.

Donzela imaculada,
morada do Senhor,
o Espírito, enviado
do céu, vos consagrou.

Sinal de caridade,
que espelha todo o bem,
aurora da luz nova,
como arca, Deus contém.

Delícias vos envolvem
na Casa do Senhor,
ó ramo de Jessé,
da graça dando a flor.

Ó pedra preciosa,
estrela reluzente,
do Espírito os templos vivos,
fazei-nos transparentes.

Ó Virgem singular,
louvor ao Deus Trindade,
que a vós deu os tesouros
de sua santidade.

Salmo 98(99)
Vós, Senhor, que estais acima dos Querubins, quando vos fizestes semelhante a nós, restaurastes o mundo decaído (Sto. Atanásio).

Deus é Rei: diante dele estremeçam os povos!
Ele reina entre os anjos: que a terra se abale!
Porque grande é o Senhor em Sião!

Muito acima de todos os povos se eleva;
glorifiquem seu nome terrível e grande,
porque ele é santo e é forte!

Deus é Rei poderoso. Ele ama o que é justo
e garante o direito, a justiça e a ordem;
tudo isso ele exerce em Jacó.

Exaltai o Senhor nosso Deus,
e prostrai-vos perante seus pés,
pois é santo o Senhor nosso Deus!

Eis Moisés e Aarão entre os seus sacerdotes.
E também Samuel invocava seu nome,
e ele mesmo, o Senhor, os ouvia.

Da coluna de nuvem falava com eles.
E guardavam a lei e os preceitos divinos,
que o Senhor nosso Deus tinha dado.

Respondíeis a eles, Senhor nosso Deus,
porque éreis um Deus paciente com eles,
mas sabíeis punir seu pecado.

Exaltai o Senhor nosso Deus,
e prostrai-vos perante seu monte,
pois é santo o Senhor nosso Deus!

Glória ao Pai...

Leitura breve Is 61,10
Exulto de alegria no Senhor e minh’alma regozija-se em meu Deus; ele me vestiu com as vestes da salvação, envolveu-me com o manto da justiça e adornou-me qual noiva com suas joias.

O Senhor a escolheu, entre todas preferida.
O Senhor a fez morar em sua santa habitação.

BENEDICTUS
És feliz porque creste, Maria, pois em ti a palavra de Deus vai se cumprir, qual foi dito, aleluia.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Celebremos nosso Salvador, que se dignou nascer da Virgem Maria e peçamos:

R. Senhor, que a vossa Mãe interceda por nós!

Sol de justiça, a quem a Virgem Imaculada precedeu como aurora resplandecente,
concedei que caminhemos sempre à luz da vossa presença. R.

Palavra eterna do Pai, que escolhestes Maria como arca incorruptível para vossa morada,
livrai-nos da corrupção do pecado. R.

Salvador do mundo, que tivestes vossa Mãe junto à cruz,
concedei-nos, por sua intercessão, a graça de participar generosamente nos vossos sofrimentos. R.

Jesus de bondade, que, pregado na cruz, destes Maria por Mãe a João,
fazei que vivamos também como seus filhos. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ao celebrarmos, ó Deus, a gloriosa memória da Santa Virgem Maria, concedei-nos, por sua intercessão, participar da plenitude da vossa graça. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

A Apresentação de Maria

Ó meu Deus! Como eu gostaria de poder imaginar a doçura e a alegria daquela viagem da casa de São Joaquim ao Templo de Jerusalém! Que contentamento aquela pequena criança despertou ao chegar a tão esperada hora! Aqueles que subiam ao Templo para adorar e oferecer presentes à majestade divina iam cantando o tempo todo. O profeta real Davi compôs um salmo expressamente para esse fim, e a Santa Igreja nos faz recitar no ofício divino: Beati gli imaculati in via... (Felizes aqueles cujo caminho é irrepreensível: Sl 119), isto é, que andam em vosso caminho, Senhor, sem mancha de pecado. “Em vosso caminho” - isto é, na observância de vossos mandamentos.
São Joaquim e Sant’Ana cantaram este cântico, ao longo do caminho, e com eles nossa gloriosa Senhora e Rainha. Meu Deus, que cânticos! Como ela cantou de forma mil vezes, mais doce do que os anjos jamais cantaram. Quantos foram os anjos que vieram, coro após coro, ao meio deles para ouvir aquela harmonia celestial. Os céus se abriram e eles se inclinaram sobre as balaustradas da Jerusalém celeste para ver e admirar aquela criança tão querida.

São Francisco de Sales
Sermão da festa da Apresentação de Nossa Senhora, 21 de novembro de 1617.
Doutor da igreja (†1622).

Demos graças a Deus Pai onipotente, que nos chama a partilhar,
na sua luz, da herança a seus santos reservada!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Ave, do mar Estrela,
bendita Mãe de Deus,
fecunda e sempre Virgem,
portal feliz dos céus.

Ouvindo aquele Ave
do anjo Gabriel,
mudando de Eva o nome,
trazei-nos paz do céu.

Ao cego iluminai,
ao réu livrai também;
de todo mal guardai-nos
e dai-nos todo o bem.

Mostrai ser nossa Mãe,
levando a nossa voz
a Quem, por nós nascido,
dignou-se vir de vós.

Suave mais que todas,
ó Virgem sem igual,
fazei-nos mansos, puros,
guardai-nos contra o mal.

Oh! dai-nos vida pura,
guiai-nos para a luz,
e um dia, ao vosso lado,
possamos ver Jesus.

Louvor a Deus, o Pai,
e ao Filho, Sumo Bem,
com seu Divino Espírito
agora e sempre. Amém.

Salmo 87(88)
Esta é a vossa hora, a hora do poder das trevas (Lc 22,53).

A vós clamo, Senhor, sem cessar, todo o dia,
e de noite se eleva até vós meu gemido.
Chegue a minha oração até a vossa presença,
inclinai vosso ouvido a meu triste clamor!

Saturada de males se encontra a minh'alma,
minha vida chegou junto às portas da morte.
Sou contado entre aqueles que descem à cova,
toda gente me vê como um caso perdido!

O meu leito já tenho no reino dos mortos,
como um homem caído que jaz no sepulcro,
de quem mesmo o Senhor se esqueceu para sempre
e excluiu por completo da sua atenção.

Ó Senhor, me pusestes na cova mais funda,
nos locais tenebrosos da sombra da morte.
Sobre mim cai o peso do vosso furor
vossas ondas enormes me cobrem, me afogam.
minha vida chegou junto às portas da morte.

Glória ao Pai...

Leitura breve Gl 4,4-5
Quando se completou o tempo previsto, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher, nascido sujeito à Lei, a fim de resgatar os que eram sujeitos à Lei e para que todos recebêssemos a filiação adotiva.

Maria, alegra-te, ó cheia de graça; Senhor é contigo!
És bendita entre todas as mulheres da terra e bendito é o fruto que nasceu do teu ventre!

MAGNIFICAT
Santa Maria, sempre Virgem, Mãe de Deus, Senhora nossa; sois o templo do Senhor, santuário do Espírito! Mais que todas agradastes a Jesus, nosso Senhor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Proclamemos a grandeza de Deus Pai todo-poderoso. Ele quis que Maria, Mãe de seu Filho, fosse celebrada por todas as gerações. Peçamos humildemente:

R. Cheia de graça, intercedei por nós!

Deus, autor de tantas maravilhas, que fizestes a Imaculada Virgem Maria participar em corpo e alma da glória celeste de Cristo,
conduzi para a mesma glória os corações de vossos filhos e filhas. R.

Vós, que nos destes Maria por Mãe, concedei, por sua intercessão, saúde aos doentes, consolo aos tristes, perdão aos pecadores,
e a todos a salvação e a paz. R.

Vós, que fizestes de Maria a cheia de graça,
concedei a todos a abundância da vossa graça. R.

Fazei, Senhor, que a vossa Igreja seja, na caridade, um só coração e uma só alma,
e que todos os fiéis perseverem unânimes na oração com Maria, Mãe de Jesus. R.

(Intenções livres)

Vós, que coroastes Maria como rainha do céu,
fazei que nossos irmãos e irmãs falecidos se alegrem eternamente em vosso reino, na companhia dos santos. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve, Regina, mater misericordiae
Vita, dulcedo, et spes nostra, salve.
Ad te clamamus, exsules, filii evae.
Ad te suspiramus, gementes et flentes
in hac lacrimarum valle.

Eia ergo, Advocata nostra,
illos tuos misericordes oculos
ad nos converte.
Et Iesum, benedictum fructum ventris tui,
nobis post hoc exsilium ostende.
O clemens, O pia, O dulcis Virgo Maria.

Ora pro nobis sancta Dei Genetrix.
Ut digni efficiamur promissionibus Christi. Amen.

(Tradução)

Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho segundo São Lucas 19,41-44.
Naquele tempo, quando Jesus Se aproximou de Jerusalém, ao ver a cidade, chorou sobre ela e disse:
«Se ao menos hoje conhecesses o que te pode dar a paz! Mas não. Está escondido a teus olhos.
Dias virão para ti, em que os teus inimigos te rodearão de trincheiras e te apertarão de todos os lados.
Esmagar-te-ão a ti e aos teus filhos e não deixarão em ti pedra sobre pedra, por não teres reconhecido o tempo em que foste visitada».

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.