Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Bem-aventurados Pedro Jo Suk e Teresa Kwon Cheon-rye

Esposos e mártires (†1819)

Public Domain

Pedro Jo Suk era filho de uma das famílias nobres da Coreia. Foi educado na religião católica, que havia chegado àquele país a não muito tempo. Quando jovem, deixou de lado a fé cristã, para retomá-la com renovado vigor por ocasião de seu casamento com Teresa Kwon Cheon-rye. Nessa ocasião Pedro contava com apenas 17 anos de idade. Teresa, por sua vez, era filha de Francisco Xavier Kwon Il-sin, um dos primeiríssimos coreanos convertidos à fé cristã e que falecera durante uma perseguição ocorrida em 1797. Desde menina, Teresa demonstrou ter uma fé e virtudes genuinamente cristãs. Seu desejo, originalmente, era se tornar uma consagrada para o Senhor, mas em virtude da intolerância da sociedade coreana no que dizia respeito a mulheres sós, Teresa foi convencida por seus parentes a buscar um matrimônio. Casou-se então com Pedro. Antes do casamento, Teresa entregou uma carta ao seu marido, afirmando seu desejo de se conservar virgem para o Cristo e que ela agradeceria se ele a pudesse seguir nessa intenção. Comovido pela determinação de sua jovem esposa, Pedro sentiu em seu coração que essa era a vontade de Deus. A partir daí começa a viver a fé com maior seriedade. Viviam na oração e na escuta da Palavra de Deus, também não descuravam de fazer esmolas, embora vivessem uma vida de pobreza. Nesses tempos heroicos, o jovem casal se dispôs a acompanhar outro cristão – Paulo Jeong Ha-sang – até Pequim, com a finalidade de buscar mais sacerdotes para a missão na Coreia. Inadvertidamente, quando já estavam na cidade chinesa, a polícia entrou na casa onde estavam. Ao descobrirem que Pedro era católico, o aprisionaram; Teresa o acompanhou voluntariamente e foi também aprisionada com ele e os demais cristãos. Sob forte interrogatório e torturas, nenhum deles revelou nada a propósito da presença ou não de outros cristãos na cidade. Mais uma vez foram para a prisão. Toda vez que a fé de Pedro se esmorecia, Teresa o apoiava e o sustentava com a oração e as súplicas. Ficaram na prisão por mais de dois anos, até que no dia 10 de agosto de 1819 foram decapitados. Pedro tinha apenas 30 anos de idade; Teresa 35: o casal, juntamente com outros mártires, foi beatificado pelo Papa Francisco no dia 16 de agosto de 2014.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
São Padre Pio de Pietrelcina
Oração de cura e libertação indicada pelo exo...
Ver mais