Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Santa Nazária Ignácia de Santa Teresa de Jesus

Virgem e fundadora (†1943)

MORNING

Public Domain

Nazária nasceu no dia 10 de janeiro de 1889 em Madrid, a capital da Espanha. Seu pai era um comerciante e sua mãe era católica, mas não praticante. Papel importante no despertar da fé em Nazária, teve sua avó materna, que conseguiu envidar esforços para colocar Nazária num colégio em Sevilha, dirigido pelas Irmãs Agostinianas do Espírito Santo. Nesse ambiente religioso ela fez sua Primeira Comunhão. Na noite anterior ela estava ajoelhada ao pé de sua cama em profunda oração. Em seguida, ao dormir, teve um sonho: viu Jesus que carregava sua cruz. O Senhor, ao fitá-la nos olhos, lhe disse: “Nazária, segue-me!”. Imediatamente ela lhe prometeu que faria voto de virgindade. Após a comunhão, ocorrida no dia seguinte, sentiu que o Senhor confirmava seu chamado. Foi assim que no dia 15 de agosto de 1900 ele emitiu pela primeira vez seus votos de virgindade perpétua. Voltando para o seio da família, Nazária encontrou muito sofrimento: seus pais eram indiferentes aos seus sentimentos religiosos e chegaram a proibir-lhe o acesso aos sacramentos. Em seus planos, desejavam que a filha tivesse uma vida mais “normal”, isto é, mais voltada para os valores do mundo. Mas o propósito da menina se manteve firme: aos 13 anos recebeu a confirmação e, com a bênção de sua avó, ingressou na Ordem Terceira de São Francisco. Com a falência dos negócios em que o pai trabalhava, a família se viu na necessidade de tentar a sorte no novo mundo: imigraram para o México. Durante a viagem de navio, Nazária conheceu as Pequenas Irmãs dos Anciãos Abandonados. Ao chegar no México obteve a permissão de sua família e entrou nessa comunidade religiosa. Após o postulantado, Nazária foi enviada novamente para a Espanha, para aí fazer o noviciado. No dia 15 de outubro de 1911 emitiu seus primeiros votos. Por essa época, as superioras da Congregação pediram irmãs voluntárias para a fundação de um convento na Bolívia. Irmã Nazária foi uma das primeiras a se apresentar. No dia 23 de dezembro de 1912 ela chegou em Oruro, Bolívia e aí desempenhou os mais variados serviços humildes: cozinheira, enfermeira, ecônoma, porteira e até mesmo a função da mendicância para o Convento. Por volta de 1921, Monsenhor Felipe Cortesi, núncio na Venezuela e internúncio na Bolívia foi até Oruro para a bênção da pedra fundamental do asilo dos idosos que as irmãs iam construindo. Nessa ocasião ele pôde encontrar-se com Irmã Nazária e percebeu que ela tinha o desejo de se dedicar aos trabalhos apostólicos. Esse encontro foi o primeiro passo para a fundação de um novo Instituto que ocorreria dali a alguns poucos anos: as Irmãs Missionárias da Cruzada Pontifícia. Uma nova obra voltada aos trabalhos missionários e sociais, baseada na espiritualidade inaciana. Aos poucos a nova Congregação foi se ampliando. Em 1943, por ocasião do terceiro capítulo geral realizado em Buenos Aires, Argentina, a fundadora, Madre Nazária tomou parte nos trabalhos, apesar de sua saúde já debilitada. Havia iniciado seus exercícios espirituais se preparando para sua páscoa. De fato, acometida por uma pneumonia, Madre Nazária foi levada para o hospital, mas veio a falecer no dia 6 de julho. Papa Francisco a canonizou no dia 14 de outubro de 2018.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais