Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 19 Outubro |
Santos Mártires Canadenses
Aleteia logo
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

São José Sanchez del Rio

Leigo, adolescente e mártir (†1928)

SUNRISE

Public Domain


Nasceu no dia 28 de março de 1913: era o filho caçula de uma família de três irmãos. Recebe o nome de José Sanchez del Rio e é educado pelos seus pais na fé católica. Em 1917 entra em vigor no México uma nova Constituição. Nessa nova carta magna, estão contidas sementes de ódio contra a fé católica que irá explodir na assim chamada “guerra cristera” do México. Com treze anos de idade, José, como tantos outros, busca ingressar nas fileiras dos exércitos revoltosos contra o governo e sua política antirreligiosa. De fato, a situação havia ficado insuportável, a ponto que o Papa Pio XI dar ordem de as igrejas trancarem suas portas em virtude da impossibilidade e ministrar os sacramentos aos seus fiéis – pelo menos de maneira pública. Após muita insistência, o jovem José consegue entrar entre os “cristeros” comandados pelo General Prudêncio Mendonça. Com o tempo, por causa de sua bravura e seriedade, José se torna o corneteiro e porta-bandeira de seu pelotão. Numa batalha realizada no dia 6 de fevereiro de 1928, José dá seu cavalo para que o General Guizar Morfin possa escapar: o cavalo do general havia sido atingido por um projétil e havia caído morto. A pé, o jovem José não tem muitas opções, de modo que quando sua arma fica descarregada, o exército rival o captura, levando-o preso. Na prisão sofre humilhações e torturas: tudo isso é suportado por José graças à oração: reza sempre que pode o rosário e se resigna à vontade de Deus. No dia 10 de fevereiro chega sua sentença de morte. Após ter a sola de seus pés rasgadas com pregos, como forma de tortura, é levado a pé até o cemitério: durante essa triste caminhada, José chora, reza e canta hinos em louvor ao Cristo e à Virgem. Chegando ao local, durante a noite, lhe é mostrada sua cova. Os soldados haviam recebido ordens de não fazer barulho, por isso decidem matá-lo com golpes de punhal. Mas a cada golpe, José grita com todas as forças: “Viva Cristo Rei!”. Por fim, um disparo consegue calá-lo. Seu corpo é jogado na vala e enterrado. Pouco tempo depois, seus restos foram exumados e levados para a cripta dos mártires na Igreja do Sagrado Coração. Foi beatificado no dia 20 de novembro de 2005 e no dia 16 de outubro de 2016 foi canonizado na Praça de São Pedro numa missa presidida pelo Papa Francisco.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
2
AVENIDO BROTHERS
Agnès Pinard Legry
Três irmãos são ordenados padres no mesmo dia
3
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
4
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
5
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
6
Reportagem local
O grande crucifixo submerso que só pode ser visto quando o lago c...
7
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
Ver mais